segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Um bom 2010 para todos

Quero pedir desculpas aos leitores do blog, mas uma combinação infeliz de problemas no meu computador, com questões de saúde e um pequeno período de descanso que eu mesmo me impus, resultou no meu afastamento do blog desde o dia 15 de dezembro.

Amanhã retornarei com algumas postagens e só entrarei em ritmo normal a partir de 2010, na semana que vem.

A todos os meus leitores um grande abraço e votos que 2010 seja uma ano repleto de saúde, paz, tranqüilidade, alegria, espírito de solidariedade e que o Brasil e o Maranhão reencontrem seu tortuoso caminho de desenvolvimento social e econômico, com muito senso de justiça e fortalecimento democrático.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

O povo maranhense não quer migalhas

Esse novo projeto da governadora biônica do Maranhão, chamado de “Minha gente” não resiste a uma séria avaliação de seus objetivos.

Se for analisado junto com outras medidas tomadas por Roseana Sarney & Ricardo Murad então, fica transparente o tripé que sustenta este desgoverno: populismo, beneficiamento de empresas privadas e circo para o povão.

Para iniciar eu gostaria de perguntar ao leitor do blog: o que vocês acham que o povo maranhense prefere: ter a sua conta de energia até 50 kWh paga pelo governo estadual ou pagar a tarifa de energia mais barata do Brasil, como a cobrada no Amapá?

O povo do Maranhão paga hoje a segunda tarifa de energia residencial mais cara do Brasil e o Ministro de Minas e Energia, que é maranhense, é político, foi governador do Estado e quer seguir na carreira política, Édison Lobão, nada fez e nem vai fazer para mudar esta injusta situação.

Até parece que ele é ministro apenas para proteger os grandes interesses financeiros do megaempresário Fernando Sarney, manda chuva do setor elétrico brasileiro, com interesses inclusive na Cemar.

A segunda pergunta: o governo vai pagar a conta de água para quem consome até 15 metros cúbicos por mês. O que o povo maranhense prefere: ter a conta até 15 metros cúbicos/mês paga por Roseana ou que o Estado resolva de vez a questão da ampliação do sistema Italuís e a realização de reparos em toda a rede distribuidora?

No ano de 2000, o sexto da primeira administração dos sete anos e três meses de Roseana, a União liberou R$ 300 milhões para ampliar o sistema Italuís. R$ 150 milhões foram entregues para a empresa Gautama, do empresário Zuleido Veras, e os outros R$ 150 milhões foram repassados para a empresa baiana OAS, do sogro do senador Antônio Carlos Magalhães, amigo e aliado histórico da família Sarney.

A obra não foi feita, o dinheiro sumiu e em 2006 uma pequena parte dele voltou ao Maranhão na forma de doação de Zuleido Veras à campanha eleitoral de Roseana.

Não precisa nem dizer que a situação de falta de água, principalmente na capital ficou crônica com o estabelecimento de um revezamento irregular de água para os bairros, que nem sempre funciona a contento.

Logo depois que a governadora biônica assumiu o mandato através do voto autocrático de quatro ministros do TSE, que cassaram os votos de quase 1.400.000 eleitores maranhense, ela e seu tresloucado secretário de Saúde, afirmaram que a situação de falta de água persistia por causa de más administrações na Caema nos governos de José Reinaldo Tavares e de Jackson Lago.

Sobre os R$ 300 milhões entregues à OAS e à Gautama, nem um pio sequer. Tentaram passar uma borracha no passado!

E depois veio a novidade: Ricardo Murad anunciou outro convênio com a União no valor de R$ 255 milhões para ampliar novamente o sistema Italuís.

Em 2000 a Gautama e a OAS levaram R$ 300 milhões, resta saber agora como esses R$ 255 milhões irão para o ralo?

Roseana anunciou também a volta do programa 1.° Emprego. A proposta em si é muito boa, mas na primeira experiência os estagiários ficavam de três a seis meses trabalhando e depois eram dispensados. Muitas vezes novos estagiários do 1.° emprego era chamados e muitos não ficavam nos empregos por falta de qualificação profissional.

A volta do programa com investimento do estado na formação profissional dos jovens era o caminho mais correto para sanar os problemas da experiência anterior.

Mas o que fez de concreto Roseana Sarney?

Ela encaminhou recentemente sua proposta orçamentária de 2010 para a A. L. e cortou nada mais, nada menos do que 86,4% da função trabalho em relação ao orçamento enviado por Jackson Lago em 2009.

Em 2008 Jackson enviou um orçamento para a A. L. que foi aprovado. Ele destinou R$ 52,9 milhões, 1,33% do orçamento total do Maranhão para a pasta do Trabalho.

Passou-se um ano, Jackson foi cassado e Roseana assumiu seu mandato biônico com o seguinte lema: “Maranhão, de volta ao trabalho”.

Para comemorar sua volta, qualificar a juventude para o programa 1.° emprego e para a refinaria que está chegando, ela destinou R$ 7,2 milhões para a secretária do Trabalho chefiada pelo petista-sarneysista José Antônio Heluy.

E ela tem a cara de pau de dizer que vai qualificar nossa juventude cortando 86,4% do orçamento de Jackson Lago para 2009!

A mesma coisa aconteceu com a pasta de Ciência e Tecnologia, ocupada hoje pelo deputado federal Waldir Maranhão, mais conhecido como “Waldir, o Breve”.

Sua secretária na gestão do professor Othon Bastos teve uma dotação de R$ 21,4 milhões no orçamento de 2009. Já Maranhão, que substituiu Bastos em abril passado, viu sua dotação para 2010 diminuir para R$ 19,7 milhões, numa perda de R$ 1,7 milhão ou menos 7,94%.

Até a superpasta da Educação que em 2008 teve uma dotação de R$ 1, 348 bilhão chegando quase aos sonhados 25% de dotação (chegou a 24,38%), perdeu a bagatela de R$ 210 milhões no orçamento enviado pó Roseana a A. L.
Percentualmente a perda foi pequena (1,44%), pois retrocedeu de 24,38% para 22,94%.

Agora fica uma terceira e definitiva pergunta; se as pastas do Trabalho, Ciência e Tecnologia e Educação perderam juntas cerca de R$ 257 milhões para onde foi esse dinheiro se a receita prevista para 2010, aumentou em 15% em relação ao orçamento enviado por Lago em 2009?

É muito fácil de responder, pois as pastas de Saúde e de Comunicação aumentaram muito as suas participações no orçamento de 2010.

Só para ser ter uma idéia dos desatinos praticados por Roseana que seqüestrou dinheiro deixado por Jackson Lago através de convênios assinados com dezenas e dezenas de municípios, vou elencar a seguir alguns cortes abruptos feitos por Roseana;

1- Cortou todo o dinheiro conveniado por Jackson com o município de São Luís que garantiria ao prefeito João Castelo realizar obras vitais (viadutos, pontes, túneis, asfaltamento de ruas nos bairros, alongamento de avenidas, construção de novas avenidas e aumento do número de terminais de integração na cidade) para melhorar o trânsito caótico da capital;

2- Cortou toda a verba para a construção do Hospital de Urgência e Emergência em Pinheiro, nos moldes do Socorrão de Presidente Dutra, construído e inaugurado por Jackson Lago, que atenderia a mais de 40 municípios da baixada maranhense;

3- Corte linear no repasse das verbas do SUS para municípios pólos das regiões do Estado, utilizando critérios políticos para decidir quem ficava com a verba e quem teria a verba diminuída. Este corte causou o fim da prestação de muitos serviços públicos de saúde de qualidade, como no caso de Porto Franco; e

4- Corte da verba repassada para o consórcio de municípios da baixada que iria fazer um trabalho de recuperação de armazenagem e represamento de água e para criatório de peixes na baixada, que beneficiaria dezenas de municípios.

Outras prioridades foram selecionadas nas áreas de saúde:

1 – Construção de 64 novos hospitais em menos de um ano para garantir o investimento de cerca de R$ 350 milhões em obras que serão feitas por empreiteiras sem qualquer tipo de licitação e escolhidas a dedo pelo próprio Ricardo Murad. A construção de novos elefantes brancos é combatida frontalmente pelas maiores e mais importantes lideranças da área de saúde pública do Brasil;

2 – Terceirização dos serviços laboratoriais do Estado desde a coleta de material até a realização de exames pelos laboratórios privados da cidade, como o próprio Inlab que tem como um de seus sócios o médico Fernando Silva, amigo íntimo de Ricardo Murad e secretário-adjunto da saúde;

3 – Contratações de empresas privadas para administrar hospitais públicos como a Cruz Vermelha do Brasil e o ICN - Instituto de Cidadania e Natureza; e

4 - Celebração de contrato com empresa que aluga aviões e helicópteros com a desculpa esfarrapada de transportar doentes e fiscalizar o andamento da construção de 64 novos hospitais. Vamos ficar de olho desde agora como o deputado Ricardo Murad vai se deslocar pelo Maranhão na campanha eleitoral de 2010, depois de se descompatibilizar do cargo de secretário de Saúde em abril do ano que vem

A queda da qualidade na prestação de serviços na área de saúde pública devido à combinação de todas essas medidas desastradas era inevitável.

Funcionários da Maternidade Marli Sarney, no bairro da COHAB, em São Luís, foram demitidos depois que a Cruz Vermelha do Brasil assumiu a administração daquela maternidade.

Remédios caros e de uso contínuo para portadores de doenças graves e degenerativas não estão sendo mais entregues.

No Maranhão existem mais de mil doentes renais crônicos que necessitam tomar um remédio chamado Renagel para controlar os níveis de fósforo no sangue. O remédio não é vendido em farmácias comerciais e é repassado gratuitamente para os doentes renais crônicos.

É um remédio caro custeado por dinheiro da União, dos estados e dos municípios. Segundo soube o remédio não é distribuído há mais de três meses por falta de repasse da participação financeira do estado do Maranhão.

Dinheiro para construir 64 novos hospitais desnecessários; para terceirizar serviço laboratorial privado de amigos e liquidar o serviço público laboratorial; para contratar empresas privadas para administrar hospitais públicos; e para alugar aviões e helicópteros tem de sobra.

Para distribuir remédios essenciais para doentes da próstata, portadores de tumores, problemas estomacais graves, para cardiopatas, doentes renais crônicos e para pessoas transplantadas que correm perigo real e imediato de seus novos órgãos serem rejeitados, não existem verbas disponíveis.

Essas são as prioridades de Ricardo Murad.

Outro setor que viu sua participação no orçamento do Maranhão crescer assustadoramente em 2010 foi a da pasta de Comunicação.

Ontem a noite mesmo quando fazia este texto e assistia a TV Mirante ao mesmo tempo, percebi que a emissora pertencente aos três irmãos Sarney (Roseana, Fernando e Zequinha) veiculou pelo menos oito vezes um anúncio publicitário do governo do estado sobre o programa Minha Gente (Conta paga de luz e de água, programa 1.° emprego e ajuda na construção e reforma da casa própria).

No horário nobre da TV Globo, oito comerciais de 30 segundos veiculados durante o Jornal Local, novela das sete, Jornal Nacional, novela das oito, Casseta e Planeta e na mini série “Cinquentinha”, não deve sair por menos R$ 20 a 30 mil por dia.

O interessante é que em outro aparelho de TV estava acompanhando a programação da Bandeirantes, Record e SBT e em nenhuma das redes o mesmo anúncio do governo estadual foi veiculado.

Ainda vou fazer o levantamento exato do que já foi pago ao Sistema Mirante desde abril passado, mas logo que tiver a quantia certa, divulgarei neste espaço.

Integrantes das pastorias da Igreja Católica da Paraíba criticam visita dos bispos ao governador Maranhão

Membros ligados à Igreja Católica da Paraíba, que atuam nas pastorais sociais mnantidas por aquele igreja, escreveram uma carta criticando a visita que bispos daquele estado fizeram ao governador biônico da Paraiba, José Maranhão, que se encontra em plena campanha eleitoral para se reeleger em 2010.

Veja a seguir a carta:

"João Pessoa, 14 de dezembro de 2009
 
Prezados Srs. Bispos da Igreja Católica Romana da Paraíba,
 
           Foi amplamente divulgada pelos meios de comunicação do Estado seu encontro com o Governador José Maranhão – inclusive com emblemática foto (na qual aparece, ao centro, o Governador, ladeado pelos Srs.).
         Pela declaração prestada, em entrevista, por Dom Aldo Pagotto, falando em nome dos Srs., tratava-se de uma “visita de cortesia”, na qual foram abordados temas como parceria entre Igreja e Estado, turismo religioso, transposição das águas do Rio São Francisco.
         Não bastasse o estranhamento da iniciativa - justo num contexto de efervescência pré-eleitoral - os pontos de pauta divulgados não parecem expressar um consenso, nem no âmbito da sociedade civil organizada, nem ao interno da própria Igreja Católica.
         Diante desse fato, resolvemos como cidadãos e cidadãs e como cristãos e cristãs dirigirem-lhes respeitosamente algumas ponderações, em forma de perguntas:
  - Fazer visitas é um belo hábito entre os humanos, inclusive entre os cristãos – sobretudo quando realizadas sob o manto da gratuidade e desprovidas de interesse. No caso em apreço, aliás, não se tratou de encontro de apenas um dos Senhores com o Governador. Foi um encontro ou uma”visita de cortesia” coletiva feita ao Governador pelos bispos da Província da Paraíba. Tendo em vista o lugar privilegiado que os pequenos (e não os poderosos!) sempre ocuparam na agenda missionária de Jesus (“O Espírito está sobre mim... – Lc 4, 16-19”, “Eu Te bendigo, ó Pai, porque revelaste essas coisas aos simples e pequeninos... – Lc 10, 21), ocorre-nos indagar-lhes se esse tipo de encontro ou visita também se tem feito coletivamente pelos Srs. Bispos da Paraíba aos assentamentos rurais, às comunidades indígenas, às comunidades quilombolas, às prisões, em breve, às ovelhas desgarradas da Casa de Israel? Ou não é essa a atitude que devemos esperar de pastores, a exemplo de Jesus, que vivia como pobre no meio dos pobres, e tão pouco dado a encontros ou visitas aos poderosos do seu tempo?
  - Com relação aos pontos tratados, também temos algo a ponderar. Um deles foi o Projeto de Transposição das águas do São Francisco. Não é um tema em torno do qual haja um amplo consenso entre as bases da sociedade civil, nem mesmo dentro da Igreja, haja vista a resistência firme oposta aos projetos faraônicos, não de hoje, pelas comunidades indígenas, quilombolas, de pescadores, da CPT, dos atingidos por barragens, entre outros, sem falar em figuras do próprio episcopado com discordância aberta sobre o mesmo Projeto. Os Srs. acham, em sã consciência, que este ponto de pauta merece ser tratado desse modo por quem tem o ofício de pastores, precisamente numa conjuntura tão conturbada, inclusive eleitoralmente, em que o próprio Governador é anunciado como candidato? Estando os Srs. de acordo com o tal Projeto, dadas as resistências de parte significativa do seu próprio rebanho e até de outros irmãos pastores, por que não deixar o enfrentamento mais direto a cargo das forças populares e dos leigos e leigas, em vez de tomar a frente, num caso que deve ser protagonizado por leigos e leigas? Ao assim procederem, os Srs. não perdem força ética, ao cobrarem dos seus padres que não façam política partidária?
 
- Quanto ao desenvolvimento do turismo religioso, tendo em vista que uma coisa é ser administrador ou gestor de uma instituição, e outra bem diferente é o ofício de pastor, indagamos aos Srs. se lutar por turismo religioso é mesmo uma prioridade de agenda de pastores seguidores do Evangelho? Sem falar na cobrança de isonomia (devida pelo Governo), feita, a justo título, por membros de outras igrejas e expressões religiosas da Paraíba, tal gesto não ecoa como uma busca de tratamento privilegiado, na distribuição dos recursos PÚBLICOS? E sem esquecer, ainda, que nem todos os católicos estão de acordo com a participação de seus bispos nesse tipo de “parceria”, já que evoca vestígios de uma associação espúria de triste memória: a famigerada aliança entre o poder temporal e o poder eclesiástico, aliás, evocado, em outros termos, na declaração de Dom Aldo?
 
         Estamos em tempo de Advento, em que ressoa forte a voz dos profetas, chamando-nos à conversão. De que modo um episódio como esse, protagonizado pelos Srs., ajuda-nos no processo de conversão, na perspectiva do Seguimento de Jesus? Tomara que a reconsideração de fatos como esse nos faça, a todos, mais abertos e solícitos ao que o Espírito tem a dizer à nossa Igreja, aos nossos pastores e a cada um, cada uma de nós.
 
Fraternalmente,
 
  Alder Júlio Ferreira Calado;  Rolando Lazarte; Luiz Gonzaga Gonçalves;
João da Cruz Fragoso; Flávio Rocha; Antônio Alberto Pereira;
Renato Lanfranchi; Valdênia A. Paulino Lanfranchi;
 Elias Cândido do Nascimento; Maria Angelina de Oliveira;
 Eugênio Costa Mimoso; José Hailton Bezerra Lyra;
  Luciano Batista Bezerra Souza;
  Ulisses Willy Rocha de Moura, Secretário do CEBI (Regional Nordeste);
 Romero Venâncio Júnior; Ricardo Brindeiro; Magdala Cavalcanti Melo;
Guy Maurice Norel; José Jonas Duarte Costa; Solemar Sena;
Luciana E F. C. Deplagne; Eliana A. de F. Calado;
Germana Alves Menezes; Ir. Ana Célia Silva Menezes;
Emanuelson Matias de Lima; e Gleyson Ricardo."

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Eleições PED/PT/2009: a bem da verdade

Algumas deduções já podem ser tiradas do resultado do processo de eleições diretas do PT/MA para a escolha do novo presidente da legenda no Estado.

1) Nunca houve antes na história dos PED’s do PT/MA ingerência externa tão grande como aconteceu agora em 2009. O governo biônico de Roseana Sarney fez de tudo um pouco para influenciar no resultado do pleito: ameaças de paralisação de obras e suspensão de convênios com municípios dirigidos por prefeitos petistas; promessa de cargos, obras e benesses para prefeitos, vereadores e militantes históricos do PT; e ameaças de cortes de municípios em programas sociais mantidos pela União.

2) No 1.° turno das eleições Augusto Lobato recebeu o apoio de sete dos nove prefeitos petistas eleitos em 2008. No 2.° turno apenas dois destes sete prefeitos mantiveram o apoio a Domingos Dutra e Augusto Lobato e os outros cinco prefeitos admitiram que não conseguiram agüentar a pressão exercida pela Governadora Sarney, o deputado federal Washington de Oliveira e Raimundo Monteiro. Um desses prefeitos disse chorando ao deputado Domingos Dutra que Roseana chegou a retirar do município as máquinas que faziam uma estrada de 12 km, sonho antigo daquela população e uma das principais promessas da campanha petista em 2008.

3) Monteiro não pode esquecer que seu grupo não possui o apoio da maioria dos delegados, que é quem vai decidir o destino político do PT em 2010. Os grupos de oposição à coligação com Roseana Sarney elegeram 95 delegados, enquanto os apoiadores de Monteiro só elegeram 80 delegados.

4) Washington nunca conseguiu se eleger deputado federal pelo PT.

4.1- Em 1994 o PT se coligou a Jackson Lago do PDT e elegeu Domingos Dutra deputado federal, ficando Oliveira na 2.ª suplência;

4.2- Em 1998 Washington não quis se coligar com o PV de Pedro Celestino e faltaram 5 mil votos para o PT alcançar o quociente eleitoral e eleger um deputado federal. Naquela eleição, Domingos Dutra foi candidato a governador pelo PT;

4,3 - Em 2002 mesmo com o advento da maré vermelha nas capitais, Washington teve cerca de 53 mil votos, sendo 22 mil em São Luís e ficou na 1.ª suplência na coligação que elegeu Domingos Dutra, Remi Trinta e Terezinha Fernandes. Depois só assumiu o mandato de deputado por algum tempo quando o governador José Reinaldo Tavares, a pedido do senador José Sarney dividiu a Secretaria Estadual de Saúde em duas bandas e entregou uma delas para Remi Trinta administrar; e

4.4 – Em 2006 Washington aumentou sua votação de 53 mil para 62 mil (diminuiu a eleição em São Luís de 22 mil para pouco mais de seis mil votos), mas amargou novamente a 1.ª suplência na coligação que elegeu quatro deputados federais: Flávio Dino (PC do B). Domingos Dutra (PT), Waldir Maranhão (PSB) e Ribamar Alves (PSB). Mais uma vez Washington só assumiu a Câmara Federal porque sua nova aliada, a governadora biônica Roseana Sarney nomeou o ex-reitor da UEMA, Waldir Maranhão, eleito em 2006 pelo PSB e hoje no PP, para secretário de Ciência e Tecnologia;

Agora em 2010, Washington acredita piamente de que será eleito diretamente no 1.° turno das eleições. Eu também acho que ele tem boas possibilidades de ser eleito, mas só numa situação específica.

Se ele levar o PT a fechar uma coligação de esquerda com o PC do B, PSB e PCB, apoiando a candidatura de Flávio Dino a governador do Estado. Bastaria um simples acordo de Dino e Oliveira para o deputado Rubens Pereira Júnior ser candidato novamente a deputado estadual pelo PC do B e Flávio lançaria Washington como seu candidato a deputado federal. Numa frente de esquerda Washington resgataria toda sua história política de esquerda e com certeza seria muito bem votado.

Mas se Oliveira for encantado pelas promessas de Roseana e de José Sarney, ele afundará o PT de vez no Maranhão levando-o a coligar-se com a oligarquia opressora dos Sarney’s, responsável histórica pela situação de doença, fome, analfabetismo, miséria, falta de terra e desemprego que atinge o povo trabalhador do Maranhão.

Washington não tem mais idade e nem falta de juízo e raciocínio para acreditar nas promessas sarneysistas e tem a plena consciência de que em sua vida partidária recente ele só teve ônus por defender as posições políticas nacionais equivocadas do PT de Lula e José Dirceu.

Os dois só têm olhos para a questão nacional e da perpetuação petista no poder, sem se importar com a dura realidade maranhense.

Chegou a hora de Washington repensar sua vida de militante. Ele mora e vive no Maranhão e é aqui que ele faz política 24 horas por dia.

Despojado das questões materiais como Washington é, ele agora deveria pensar um pouco no seu papel histórico no Maranhão.

O secundarista revolucionário da década de 60 no Ceará, companheiro de Dower Cavalcanti na preparação da Guerrilha do Araguaia; passando pelo caminhoneiro clandestino das estradas maranhenses na década de 70; ao dirigente estadual do PC do B e da organização Maurício Grabois do final dos anos 80 junto comigo e os nossos amigos Bartolomeu, Luciane e Ricardo; ao dirigente estadual do PT das décadas de 90 e do século XXI, não posso acreditar que seu espírito revolucionário tenha sido substituído pelo pragmatismo inconsequente do PT, que quer preservar o poder a qualquer custo para continuar garantindo lucros exorbitantes aos banqueiros; posições de destaque mundial do agronegócio concentrador de terra; e a continuidade de poder político para José Sarney, Jader Barbalho, Renan Calheiros, Fernando Collor e outras figuras tarimbadas da classe política mais reacionária e conservadora do Brasil.

Com certeza absoluta não foi esse Washington Luís de Oliveira que eu conheci e aprendi a respeitar como homem, político e irmão.

Aproveitando este texto que é uma espécie de desabafo, a bem da verdade, quero registrar ma informação que só foi confirmada ontem à tarde.

No 1.° turno do PED/MA em Bacabeira o candidato Bira do Pindaré obteve 139 votos contra 20 dados a Raimundo Monteiro e zero para Augusto Lobato.

O líder do PT naquela cidade é o militante Lourenço, que também militou no PT do bairro do Anil, na capital.

No segundo turno das eleições do PT, o candidato derrotado Bira do Pindaré foi à Bacabeira pedir apoio dos petistas de lá para a candidatura de Lobato, mas os petistas da cidade já tinham se reunido e decidido votar em Monteiro no 2.° turno.

Um militante de Bacabeira me disse pessoalmente pelo telefone ontem que os petistas daquela cidade tinham apoiado Lobato para deputado estadual antes e a relação não terminou bem.

O resultado de 172 votos para Raimundo Monteiro contra um dado a Augusto Lobato foi uma decisão majoritária e soberana dos petistas de Bacabeira.

Isso não significa, de maneira alguma, que a eleição de Monteiro foi legítima, devido ao uso escancarado da máquina do governo estadual para corromper mentes e corações petistas, principalmente nas cidades dirigidas por prefeitos petistas.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Pura covardia tipicamente fascista

O blogueiro Décio Sá do portal Imirante surtou de vez. Que ele sempre pautou seu jornalismo pelos interesses menores e mesquinhos do grupo Sarney, todo mundo está careca de saber.

Que ele sempre mentiu ao bel prazer e inventou estórias sobre fatos que não ocorreram e profissionais que não dependem do grupo Sarney também é conhecido por todos.

Mas há pouco, Décio Sá se superou ao afirmar que o casal de jornalistas Daniel Mendes e Karina Duailibe prestava assessoria free-lance para o governador José Roberto Arruda, dos Democratas de Brasília.

Já é demais da conta. Décio na tem coragem de falar de seus amigos democratas, mas inventa mentiras para tentar atingir jornalistas sérios e éticos como Daniel e Karina.

A pinimba de Sá com o casal se iniciou quando Daniel assessorava o governador Jackson Lago e Karina assessorava o deputado Julião Amin, do PDT.

Depois da cassação de Jackson, o casal foi contratado para assessorar a Comissão de Meio Ambiente da Câmara Federal, presidida pelo deputado tucano maranhense, Roberto Rocha.

Aí Sá disse que a contratação era irregular, porque o casal prestava assessoria pessoal a Rocha.

O problema é que Décio é muito mal informado e desconhece o fato de que Daniel Mendes já trabalhou para diversas ONG’s e entidades ambientalistas brasileiras, sendo especializado na produção, redação e edição de vídeos ambientais.

Ao todo Daniel já trabalhou mais de vinte anos no setor e como jornalista é referência nacional em Meio Ambiente.

Quem não tem nada a ver com o que oficialmente trabalha é Sá que é assessor de imprensa do Tribunal de Contas do Estado e quase não aparece no seu local de trabalho.

Ele é mantido no emprego pela maioria de conselheiros do TCE que segue a orientação política do grupo Sarney e vai lá de vez em quando para receber informações privilegiadas de prefeitos com problemas em suas contas públicas para depois fazer matérias e ajudar no processo de cooptação destes prefeitos para o grupo Sarney.

Você por acaso já leu alguma matéria postada por Décio Sá em seu blog ou assinada por ele no jornalão da oligarquia onde ele critica Raimundo Cutrim, Yedo Lobão ou Álvaro César Ferreira?

Para não dizer o contrário, os colegas jornalistas que de fato trabalham no TCE/MA adoram Sá.

Lista de políticos 'sujos' ou em quem não votar em 2010

Esta lista foi preparada pela bacharel em Ciência da Computação formada pela UFPI, Lídia Serpa Barbosa e nos dá o nome de 155 políticos brasileiros com a ficha suja.

Essa é para guardar. E distribuir ao máximo para amigos, parentes, aderentes, colegas de trabalho e de estudos do Maranhão e de outros Estados do Brasil!

Você pode classificar por nome, cargo, partido e acusação.
ID NOME, CARGO, PARTIDO, ACUSAÇÃO OU CRIME A QUE RESPONDE
 
 

1 - ABELARDO LUPION Deputado PFL-PR Sonegação Fiscal
2 - ADEMIR PRATES Deputado PDT-MG Falsidade Ideológica
3 - AELTON FREITAS Senador PL-MG Crime de Responsabilidade e Estelionato
4 - AIRTON ROVEDA Deputado PPS-PR Peculato
5 - ALBÉRICO FILHO Deputado PMDB-MA Apropriação Indébita
6 - ALCESTE ALMEIDA Deputado PTB-RR Peculato e Formação de Quadrilha, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
7 - ALEX CANZIANI Deputado PTB-PR Peculato
8 - ALMEIDA DE JESUS Deputado PL-CE Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
9 - ALMIR MOURA Deputado PFL-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
10 - AMAURI GASQUES Deputado PL-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
11 - ANDRÉ ZACHAROW Deputado PMDB-PR Improbidade Administrativa
12 - ANÍBAL GOMES Deputado PMDB-CE Improbidade Administrativa
13 - ANTERO PAES DE BARROS Senador PSDB-MT Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha
14 - ANTÔNIO CARLOS PANNUNZIO Deputado PSDB-SP Crime de Responsabilidade
15 - ANTÔNIO JOAQUIM Deputado PSDB-MA Improbidade Administrativa
16 - BENEDITO DE LIRA Deputado PP-AL Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
17- BENEDITO DIAS Deputado PP-AP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
18 - BENJAMIN MARANHÃO Deputado PMDB-PB Crime Eleitoral
19 - BISPO WANDERVAL Deputado PL-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
20 - CABO JÚLIO (JÚLIO CÉSAR GOMES DOS SANTOS) Deputado PMDB-MG Crime Militar, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
21 - CARLOS ALBERTO LERÉIA Deputado PSDB-GO Lesão Corporal
22 - CELSO RUSSOMANNO Deputado PP-SP Crime Eleitoral, Peculato e Agressão
23 - CHICO DA PRINCESA (FRANCISCO OCTÁVIO BECKERT) Deputado PL-PR Crime Eleitoral
24 - CIRO NOGUEIRA Deputado PP-PI Crime Contra a Ordem Tributária e Prevaricação
25 - CLEONÂNCIO FONSECA Deputado PP-SE Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
26 - CLÓVIS FECURY Deputado PFL-MA Crime Contra a Ordem Tributária
27 - CORIALANO SALES Deputado PFL-BA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
28 - DARCÍSIO PERONDI Deputado PMDB-RS Improbidade Administrativa
29 - DAVI ALCOLUMBRE Deputado PFL-AP Corrupção Ativa
30 - DILCEU SPERAFICO Deputado PP-PR Apropriação Indébita
31 - DOUTOR HELENO Deputado PSC-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
32 - EDSON ANDRINO Deputado PMDB-SC Crime de Responsabilidade
33 - EDUARDO AZEREDO Senador PSDB-MG Improbidade Administrativa
34 - EDUARDO GOMES Deputado PSDB-TO Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
35 - EDUARDO SEABRA Deputado PTB-AP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
36 - ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO Deputado PRONA-SP Falsidade Ideológica
37 - EDIR DE OLIVEIRA Deputado PTB-RS Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
38 - EDNA MACEDO Deputado PTB-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
39 - ELAINE COSTA Deputada PTB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
40 - ELISEU PADILHA Deputado PMDB-RS Corrupção Passiva
41 - ENIVALDO RIBEIRO Deputado PP-PB Crime Contra a Ordem Tributária, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
42 - ÉRICO RIBEIRO Deputado PP-RS Crime Contra a Ordem Tributária e Apropriação Indébita
43 - FERNANDO ESTIMA Deputado PPS-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
44 - FERNANDO GONÇALVES Deputado PTB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
45 - GARIBALDI ALVES Senador PMDB-RN Crime Eleitoral
46 - GIACOBO (FERNANDO LUCIO GIACOBO) Deputado PL-PR Crime Contra a Ordem Tributária e Seqüestro
47 - GONZAGA PATRIOTA Deputado PSDB-PE Apropriação Indébita
48 - GUILHERME MENEZES Deputado PT-BA Improbidade Administrativa
49 – INALDO LEITÃO Deputado PL-PB Crime Contra o Patrimônio, Declaração Falsa de Imposto de Renda
50 - INOCÊNCIO DE OLIVEIRA Deputado PMDB-PE Crime de Escravidão
51 - IRAPUAN TEIXEIRA Deputado PP-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
52 - IRIS SIMÕES Deputado PTB-PR Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
53 - ITAMAR SERPA Deputado PSDB-RJ Crime Contra o Consumidor, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
54 - ISAÍAS SILVESTRE Deputado PSB-MG Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
55 - JACKSON BARRETO Deputado PTB-SE Peculato e Improbidade Administrativa
56 - JADER BARBALHO Deputado PMDB-PA Improbidade Administrativa, Peculato, Crime Contra o Sistema Financeiro e Lavagem de Dinheiro
57 - JAIME MARTINS Deputado PL-MG Crime Eleitoral
58 - JEFERSON CAMPOS Deputado PTB-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
59 - JOÃO BATISTA Deputado PP-SP Falsidade Ideológica, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
60 - JOÃO CALDAS Deputado PL-AL Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
61 - JOÃO CORREIA Deputado PMDB-AC Declaração Falsa de Imposto de Renda, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
62 - JOÃO HERRMANN NETO Deputado PDT-SP Apropriação Indébita (já falecido)
63 - JOÃO MAGNO Deputado PT-MG Lavagem de Dinheiro
64 – JOÃO MENDES DE JESUS Deputado PSB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
65 - JOÃO PAULO CUNHA Deputado PT-SP Corrupção Passiva, Lavagem de Dinheiro e Peculato
66 - JOÃO RIBEIRO Senador PL-TO Peculato e Crime de Escravidão
67 - JORGE PINHEIRO Deputado PL-DF Crime Ambiental
68 - JOSÉ DIVINO Deputado PRB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
69 - JOSÉ JANENE Deputado PP-PR Estelionato, Improbidade Administrativa, Lavagem de Dinheiro, Corrupção Passiva, Formação de Quadrilha, Apropriação Indébita e Crime Eleitoral
70 - JOSÉ LINHARES Deputado PP-CE Improbidade Administrativa
71 - JOSÉ MENTOR Deputado PT-SP Corrupção Passiva
72 - JOSÉ MILITÃO Deputado PTB-MG Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
73 - JOSÉ PRIANTE Deputado PMDB-PA Crime Contra o Sistema Financeiro
74 -JOVAIR ARANTES Deputado PTB-GO Improbidade Administrativa
75 - JOVINO CÂNDIDO Deputado PV-SP Improbidade Administrativa
76 - JÚLIO CÉSAR Deputado PFL-PI Peculato, Formação de Quadrilha, Lavagem de Dinheiro e Falsidade Ideológica
77 - JÚLIO LOPES Deputado PP-RJ Falsidade Ideológica
78 - JÚNIOR BETÃO Deputado PL-AC Declaração Falsa de Imposto de Renda, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
79 - JUVÊNCIO DA FONSECA Deputado PSDB-MS Improbidade Administrativa
80 - LAURA CARNEIRO Deputada PFL-RJ Improbidade Administrativa e Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
81 - LEONEL PAVAN Senador PSDB-SC Contratação de Serviços Públicos Sem Licitação e Concussão
82 - LIDEU ARAÚJO Deputado PP-SP Crime Eleitoral
83 - LINO ROSSI Deputado PP-MT Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
84 - LÚCIA VÂNIA Senadora PSDB-GO Peculato
85 - LUIZ ANTÔNIO FLEURY Deputado PTB-SP Improbidade Administrativa
86 - LUPÉRCIO RAMOS Deputado PMDB-AM Crime de Aborto
87 - MÃO SANTA Senador PMDB-PI Improbidade Administrativa
88 - MARCELINO FRAGA Deputado PMDB-ES Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
89 - MARCELO CRIVELA Senador PRB-RJ Crime Contra o Sistema Financeiro e Falsidade Ideológica
90 - MARCELO TEIXEIRA Deputado PSDB-CE Sonegação Fiscal
91 - MÁRCIO REINALDO MOREIRA Deputado PP-MG Crime Ambiental
92 - MARCOS ABRAMO Deputado PP-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
93 - MÁRIO NEGROMONTE Deputado PP-BA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
94 - MAURÍCIO RABELO Deputado PL-TO Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
95 - NÉLIO DIAS Deputado PP-RN Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
96 - NELSON BORNIER Deputado PMDB-RJ Improbidade Administrativa
97 - NEUTON LIMA Deputado PTB-SP Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
98 - NEY SUASSUNA Senador PMDB-PB Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
99 - NILTON CAPIXABA Deputado PTB-RO Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
100 - OSMÂNIO PEREIRA Deputado PTB-MG Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
101 - OSVALDO REIS Deputado PMDB-TO Apropriação Indébita
102 - PASTOR AMARILDO Deputado PSC-TO Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
103 - PAULO AFONSO Deputado PMDB-SC Peculato, Crime Contra o Sistema Financeiro e Improbidade Administrativa
104 - PAULO BALTAZAR Deputado PSB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
105 - PAULO FEIJÓ Deputado PSDB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
106 - PAULO JOSÉ GOUVEIA Deputado PL-RS Porte Ilegal de Arma
107 - PAULO LIMA Deputado PMDB-SP Extorsão e Sonegação Fiscal
108 - PAULO MAGALHÃES Deputado PFL-BA Lesão Corporal
109 - PEDRO HENRY Deputado PP-MT Formação de Quadrilha, Lavagem de Dinheiro e Corrupção Passiva, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
110 - PROFESSOR IRAPUAN Deputado PP-SP Crime Eleitoral
111 - PROFESSOR LUIZINHO Deputado PT-SP Lavagem de Dinheiro
112 - RAIMUNDO SANTOS Deputado PL-PA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
113 - REGINALDO GERMANO Deputado PP-BA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
114 - REINALDO BETÃO Deputado PL-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
115 - REINALDO GRIPP Deputado PL-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
116 - REMI TRINTA Deputado PL-MA Estelionato e Crime Ambiental
117 - RIBAMAR ALVES Deputado PSB-MA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
118 - RICARDO BARROS Deputado PP-PR Sonegação Fiscal
119 - RICARTE DE FREITAS Deputado PTB-MT Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
120 - RODOLFO TOURINHO Senador PFL-BA Gestão Fraudulenta de Instituição Financeira
121 - ROMERO JUCÁ Senador PMDB-RR Improbidade Administrativa
122 - ROMEU QUEIROZ Deputado PTB-MG Corrupção Ativa, Corrupção Passiva e Lavagem de Dinheiro
123 - RONALDO DIMAS Deputado PSDB-TO Crime Eleitoral
124 - SANDRO MABEL Deputado PL-GO Crime Contra a Ordem Tributária
125 - SUELY CAMPOS Deputada PP-RR Crime Eleitoral
126 - TATICO (JOSÉ FUSCALDI CESÍLIO) Deputado PTB-DF Crime Contra a Ordem Tributária, Declaração Falsa de Imposto de Renda e Sonegação Fiscal
127 - TETÉ BEZERRA Deputado PMDB-MT Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
128 - THELMA DE OLIVEIRA Deputada PSDB-MT Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha
129 - VADÃO GOMES Deputado PP-SP Improbidade Administrativa e Crime Contra a Ordem Tributária
130 - VALDIR RAUPP Senador PMDB-RO Peculato, Uso de Documento Falso, Crime Contra o Sistema Financeiro, Crime Eleitoral e Gestão Fraudulenta de Instituição Financeira
131 - VALMIR AMARAL Senador PTB-DF Apropriação Indébita
132 - VANDERLEI ASSIS Deputado PP-SP Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
133 - VIEIRA REIS Deputado PRB-RJ Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
134 - VITTORIO MEDIOLI Deputado PV-MG Sonegação Fiscal
135 - WANDERVAL SANTOS Deputada PL-SP Corrupção Passiva
136 - WELLINGTON FAGUNDES Deputada PL-MT Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias) 137 -ZÉ GERARDO Deputado PMDB-CE Crime de Responsabilidade
138 - ZELINDA NOVAES Deputada PFL-BA Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
139 - Ângela Guadagnin Deputada PT-SP Dançarina do Plenário da Câmara, comemorando absolvição de corrupto
140 - Antônio Palocci Ex-Ministro PT-SP Quebra de Sigilo Bancário
141 - Carlos Rodrigues Ex-Deputado PL-RJ Bispo Rodrigues
142 - Delúbio Soares Tesoureiro PT-GO Ex Tesoureiro do PT
143 - José Dirceu Ex-Deputado PT-SP Mensalão
144 - José Genoíno Ex-Deputado PT-SP Mensalão, Dólares na Cueca
145 - José Nobre Guimarães Deputado Est. PT-CE Dólares na Cueca (Agora Candidato a Dep. Federal)
146 - Josias Gomes Deputado PT-BA Mensalão, CPI dos Correios
147 - Luiz Gushiken Ex-Ministro PT-SP CPI dos Correios
148 - Paulo Salim Maluf Ex PPB-SP Corrupção, Falcatruas, Improbidade Administrativa, Desvio de Dinheiro Público, Lavagem de dinheiro
149 - Paulo Pimenta Deputado PT-RS Compra de Votos, Mensalão, CPI Correios
150 - Pedro Corrêa Ex-Deputado PP-PE Cassado em associação ao Escândalo do Mensalão, Compra de Votos
151 - Roberto Brant Deputado PFL-MG Crime Eleitoral, Mensalão, CPI Correios
152 - Roberto Jefferson Ex-Deputado PTB-RJ Mensalão
153 - Severino Cavalcanti Ex-Deputado PP-PE Escândalo do Mensalinho (Renunciou para evitar a cassação)
154 - Silvio Pereira Secretário PT (PT Mensalão)
155 - Valdemar Costa Neto Ex-Deputado PL-SP Mensalão (renunciou para evitar a cassação)

"Quem conhece tratamento VIP, não consegue tolerar menos."
"Tolice esperar resultados diferentes, fazendo sempre as mesmas coisas."
"Tem-se basicamente 3 guias de comportamento na vida: cabeça, coração e pele... Plenitude é andar com os 3 em paz, mãos dadas..."
(Lídia Serpa Barbosa)


Bacharel em Ciência da Computação UFPI
Especialista em Análise de Sistemas UESPI
Técnico Judiciário TRT - Apoio Especializado - Especialidade: Tecnologia da Informação

Estudantes maranhenses vencem Olimpíada Nacional de História organizada pela Unicamp/SP

REPUBLICADA A PEDIDOS


Os estudantes do 3.° ano do Ensino Médio do Colégio Santa Tereza, Camila Carvalho Matos, Lucas Moraes Santos e João Vitor Freitas Ferreira foram os grandes vencedores da Olimpíada Nacional de História, promovida pela Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, de São Paulo.

Cerca de quatro mil grupos de estudantes de todos os Estados do Brasil se inscreveram na Olimpíada da Unicamp, que financiou as passagens aéreas e a hospedagem dos dez grupos com melhor desempenho nas etapas classificatórias do certame cultural.

Camila, Lucas e João Vitor cursaram o ensino fundamental, o antigo primário e ginásio, no colégio Colméia de São Luís e se transferiram para o Colégio Santa Tereza há três anos para cursarem o Ensino Médio.

Camila é filha dos jornalistas Nilson Amorim Matos e Aracéa Carvalho; Lucas é filho do dirigente da Cáritas, Ricarte Almeida Santos e da jornalista Cristiane Morais; e João é filho de Ana Cristina Freitas Ferreira.

Os três foram à Campinas acompanhados do professor Gereba, que ministra aulas de História no Colégio Santa Tereza.

Eles não puderam esperar o resultado oficial da Olimpíada de História da Unicamp, que só foi divulgado hoje, domingo, pois viajaram ontem para Brasília, onde fazem hoje a prova do vestibular da UNB.

Camila, Lucas e João Vitor estão de parabéns por terem honrado e dignificado o Maranhão num concurso tão concorrido como este da Unicamp.

Os pais orgulhosos, parentes, amigos e colegas da Colméia e do Santa Tereza já estão preparando uma recepção festiva e alegre no Aeroporto Marechal Cunha Machado de São Luís para quando esses ilustres jovens maranhenses retornaram a nossa terra.

O blog parabeniza os três estudantes que representaram muito bem a Atenas brasileira

Recordar é viver 12: "Culto à personalidade de José Sarney"

Na úlçtima matéria da série "Recordar é Viver" relembramos aqui o egocentrismo exarcebado do capo da oligarquia Sarney, o próprio José Sarney.

Matéria publicada no dia 22 de setembro passado mostra uma relação com mais duzentas ruas, avenidas, praças, escolas,ginásios e bibliotecas com o nome Sarney (José, Roseana, Marli, Kiola, Zequinha, fernando e desembargador Sarney Araújo Costa -pai de Sarney-) e um vídeo enviado para o programa humorístico CQC sobre a verdadeira infestação do nome Sarney no Maranhão.

veja a matéria:

"Caro leitor. Você sabia que o político que mais cultua a própria personalidade no Brasil é o senador pelo Amapá, José Sarney.

São dezenas e dezenas de ruas, avenidas, escolas, bibliotecas com o nome do ex-presidente da República estampado. Muitas destes nomes foram dados por iniciativa própria de associações de moradores, vereadores, etc e tal. Mas nunca se soube de uma demonstração pública do homenageado para que a lei fosse cumprida. Sarney não só gosta deste tipo de homenagem como incentiva todas as iniciativas.

Vejam o teste para o oitavo integrante do CQC, enviado pelo estudante Marcos Ponts Nogueira. Infestação Sarney.



Um amigo enviou para meu e-mail uma relação extensa com essa verdadeira infestação do nome Sarney no Maranhão e no Brasil. Confira agora a relação:


“SARNEYLÂNDIA – O REINO DA OLIGARQUIA SARNEY”

A Lei nº 6.454/77 de 24 de outubro de 1977, sancionada pelo presidente general Ernesto Geisel que dispõe sobre a denominação de logradouros, obras, serviços e monumentos públicos e dá outras providencias, trás no Art. 1º a proibição em todo território nacional de atribuir nome de pessoa viva a bens públicos de qualquer natureza.


Depois de uma rápida pesquisa realizada no Maranhão e outros estados brasileiros, constatamos o quanto o ex-presidente da República e atual senador pelo Amapá, José Sarney, cultua seu próprio nome e dos membros da sua famílias, ferindo a própria legislação federal acima. Vejam o que encontramos:


1. JOSÉ SARNEY (MARANHENSE, MAS ATUAL SENADOR DO ESTADO DO AMAPÁ E “ATUAL” PRESIDENTE DO SENADO FEDERAL )

· Município Presidente Sarney (Maranhão)
· Ponte José Sarney (São Luis – MA, Centro- ligando a Beira Mar ao São Francisco)
· Biblioteca Presidente José Sarney (São Luis – MA, UNICEUMA- Renascença)
· Biblioteca Municipal José Sarney (São Luis – MA, Bairro de Fátima)
· Farol da Educação José Sarney (São Luis- MA, Av. Grande Oriente -Renascença)
· Fundação José Sarney / Memorial José Sarney (São Luis – MA, Rua da Palma, 502, Desterro)
· Centro de Instrução do Mar José Sarney (Raposa - MA, Porto do Braga)
· Centro Cultural Acadêmico José Sarney (Caxias – MA, Praça do Panteon, 600 – Centro CEP 65.602-000 – Antiga Companhia Têxtil Caxiense)
· Centro Cultural José Sarney (Vitória do Mearim - MA)
· Escritório Político (São Luis- MA, Rua dos Caiapós, 9 Quadra 21 Calhau)
· Centro de Ensino Médio José Sarney (Coelho Neto – MA, Rua Dr. Paulo Ramos, s/n - Centro)
· Unidade Escolar Presidente Sarney (Lajeado Novo - MA)
· Unidade Integrada Presidente Sarney (Gov. Eugênio Barros- MA)
· Caixa Escolar Gov. José Sarney (Bom Jardim – MA, Rua Alm. Barroso, 256)
· Unidade Integrada Doutor José Sarney (Água Doce do Maranhão- MA, rua Nazaré s/n)
· Unidade Integrada Presid. José Sarney (Chapadinha - MA)
· Unidade Escolar Gov. José Sarney (Caxias - MA)
· Unidade Integrada José Sarney (Timon – MA, Rua Aquiles Lisboa)
· Centro de Ensino Médio Senador José Sarney (Santa Inês- MA, Av. Brasília, 290- Centro)
· Complexo Estadual de Ensino Fundamental e Médio (C.E.E.F.M.) Presidente José Sarney (Bacabal – MA, Rua Osvaldo Cruz,s/n)
· Caixa Escolar Presidente José Sarney (Pinheiro – MA, Av. Tarquínio Lopes, 10)
· Caixa Escolar Governador Sarney (Bacabal – MA, Rua D. Carneiro, 1259)
· Escola Municipal Presidente José Sarney (Cidelândia – MA, Rua José
Sarney , s/n)
· Escola Municipal José Sarney (Coelho Neto – MA, Av. Mal. Cordeiro de Farias, s/n- Centro )
· Escola Municipal Pres. Sarney (Icatu - MA)
· Educacional Presidente José Sarney (Pinheiro- MA, Av. Getulio Vargas, 10 )
· Unidade Integrada. Governador Sarney (Bacuri – MA, Povoado de Bacuri da Linha)
· Unidade Integrada Senador José Sarney (Lagoa do Mato, Rua do Sol, s/n)
· Hospital e Maternidade Governador José Sarney (Santa Inês – MA, Av. Elias Haickel,21)
· Vila Sarney (São Luis – MA, Maracanã)
· Praça José Sarney (São Luis - MA, Vila Palmeira)
· Praça José Sarney (Tutóia - MA)
· Praça José Sarney (Pinheiro - MA)
· Praça José Sarney (Santa Helena - MA)
· Praça José Sarney (Governador Archer – MA, Centro)
· Rua Presidente Sarney (Paço do Lumiar - MA)
· Rua José Sarney (Zé Doca - Ma)
· Rua José Sarney (Açailandia - MA)
· Rua Sarney (Sucupira do Norte- MA)
· Rua José Sarney (Caxias - MA, 65.609-200)
· Rua José Sarney (Santa Luzia - MA)
· Rua Gov. Sarney (Bacabal – MA, Centro)
· Rua Açude José Sarney (Codó- MA, Centro)
· Rua José Sarney (Cidelândia - MA)
· Rua Gov. José Sarney (Matinha - MA)
· Rua José Sarney (São Luis- MA, Centro - Beira Mar)
· Rua José Sarney (São Luis – MA, Retiro Natal)
· Rua José Sarney (São Luis- MA, Santa Cruz)
· Rua José Sarney (São Luis- MA, Coroadinho)
· Rua José Sarney (São Luis- MA, Fátima)
· Rua José Sarney (São Luis- MA, Pão de Açúcar )
· Rua José Sarney (São Luis- MA, São Francisco)
· Rua José Sarney (São Luis- MA, Tirirical)
· Rua José Sarney (São Luis – MA, Anil, 65.055-300)
· Rua José Sarney (São Luis- MA, Vila Nova, 65.076-641)
· Rua Presid. José Sarney (São Luis – MA, Vila Nova)
· Rua Pres. José Sarney (São Luis – MA, Vila Embratel)
· Travessa José Sarney (São Luis – MA, Bairro de Fátima, CEP 65.030-820)
· Travessa José Sarney (São Luis – MA, Pão de Açúcar)
· Travessa José Sarney (São Luis – MA, Areinha)
· Travessa José Sarney (São Luis – MA , Anil , 65.049-130)
· 1ª Travessa José Sarney (São Luis- MA, Fátima)
· 2ª Travessa José Sarney (São Luis – MA, Fátima)
· 3ª Travessa José Sarney (São Luis – MA, Fátima)
· 4ª Travessa José Sarney (São Luis –MA, Fátima)
· Travessa Sarney (São Luis – MA, Janaina)
· 1ª Travessa José Sarney(Chapadinha - MA)
· Travessa José Sarney (Caxias – MA, CEP 65.609-210)
· Travessa José Sarney (Codó –MA, CEP 65.400-000)
· Avenida José Sarney (São Luis – MA, Vila Nova – Ponta do Bonfim)
· Avenida José Sarney (São Luis – MA, Bom Jesus)
· Avenida José Sarney (São Luis – MA, São Cristovão/Tirirical)
· Avenida José Sarney (São Luis – MA, Beira Mar / Jenipapeiro/ Camboa)
· Avenida José Sarney (São Luis- MA, Mauro Fecury II)
· Avenida Presid. José Sarney (São Luis – MA, Coroadinho)
· Avenida José Sarney (São Luis – MA, João Paulo)
· Avenida José Sarney (Santa Inês – MA)
· Avenida José Sarney (Chapadinha – MA, Centro)

2. JOSE SARNEY - FORA DO ESTADO

· Rodovia Presidente José Sarney (Aracaju – SE, Praia do Mosqueiro, conhecida com a Praia do Sarney)
· Rua José Sarney (N.S. do Socorro- SE, CEP 49.160-000- cruzamento com a Rua Maria Elenilde de Jesus e a Travessa Antonio Carlos)
· Rua José Sarney (Guarapari – ES, CEP 29.222-510, próximo à Rov. Do Sol – ES 060)
· Rua José Sarney (Belém – PA, Bairro da Cabanagem, entre a Rua do Tubo e a Pass. Silva Castro)
· Rua José Sarney (Manaus – AM, Coroado , CEP 69.082-641, entre as Ruas Bambolê e João Bosco)
· Avenida José Sarney (Anápolis – GO, entre a Av. Pedro Ludovico e a Av. Brasil Sul)
· Rua Pres. José Sarney (Lençóis Paulista – SP, entre a Rua Orígenes Lessa e Rua Prof. Arnaldo Niskier)
· Rua Pres. José Sarney (São Lourenço da Mata- PE, Bairro Nova Tiúma, CEP 54.727-240)
· Travessa Pres. José Sarney (Irati – PR, CEP 84.500-000, entre a Rua Adilson Funaro e a Rua João Bandeira Maluf)
· Travessa José Sarney (Rio de Janeiro – RJ, Penha Circular, cruzando a Rua Dom Eugenio de Araujo Salles )
· Avenida José Sarney (Itapetinga – BA, CEP 45.700-000, conhecida também de Avenida Américo N. de Sousa)


3. ROSEANA SARNEY (FILHA E ATUAL GOVERNADORA DO ESTADO)

· Tribunal de Contas do Estado – Palácio Governadora Roseana Sarney(São Luis- MA, Bairro do Calhau)
· Complexo Viário do Bacanga – Avenida Roseana Sarney / Passarela do Samba (São Luis – MA, Madre Deus)
· Estádio Roseana Sarney (São Luis – MA, Viva da Cidade Operária)
· Parque Roseana Sarney (São Luis - MA)
· Vila Roseana Sarney (São José de Ribamar - MA)
· Vila Roseana Sarney (Itapecuru Mirim- MA)
· Clinica Roseana Sarney (Rosário – MA, Rua Benedito Leite)
· Caixa Escolar Roseana Sarney (São Luis – MA, Rua 6 , São Francisco)
· Unidade .Integrada Roseana Sarney Murad (São Luis – Ma, Rua 11, São Francisco)
· Caixa Escolar Roseana Sarney (Governador Archer- MA)
· Centro de Ensino Fundamental. Gov. Roseana Sarney (Itapecuru Mirim- MA)
· Unidade Integrada Roseana Sarney (João Lisboa - MA)
· Unidade Escolar Roseana Sarney (Penalva - MA)
· Caixa Escolar Roseana Sarney (Bacabal – MA, Rua Sargento Mauricio s/n)
· Escola Municipal Roseana Sarney (Olho D’água das Cunhas- MA)
· Escola Municipal Governadora Roseana Sarney (Campestre do Maranhão - MA)
· Escola Municipal Roseana Sarney (Barreirinhas- MA)
· Escola Municipal Roseana Sarney (Monção - MA)
· Escola Municipal Rural Roseana Sarney (Capinzal do Norte – MA, Povoado Santa Cruz, BR 135)
· Jardim de Infância Roseana Sarney (Paço do Lumiar - MA)
· Rua Roseana Sarney (São Luis – MA, São Francisco)
· Rua Roseana Sarney (São Luis – MA, Vila Maracujá)
· Travessa Roseana Sarney (São Luis - MA, São Francisco)
· Avenida Gov. Roseana Sarney (Barra do Corda - MA)
· Avenida Gov. Roseana Sarney (Central do Maranhão - MA)


4. MARLY SARNEY (ESPOSA)

· Maternidade Marly Sarney (São Luis – MA, Av. Jerônimo de Albuquerque , COHAB Anil I)
· Posto de Taxi Marly Sarney (São Luis – MA, Av Jerônimo de Albuquerque, Cohab Anil I)
· Sala de Imprensa Marly Sarney (São Luis – MA, localizada no Fórum Desembargador Sarney)
· Escola Comunitária Marly Sarney (São Luis – MA, Rua 42, q d27, n 28, Jd. São Cristovão)
· Centro Educacional Marly Sarney (São Luis – MA, Jd. São Cristovão)
· Unidade Integrada Marly Sarney (Alto Parnaíba - MA)
· Unidade Integrada Marly Sarney (Paço do Lumiar - MA)
· Caixa Escolar Marly Sarney (Lago da Pedra - MA)
· Escola Municipal Marly Sarney (Imperatriz – MA, Rua Aquiles Lisboa, Mercadinho)
· Unidade Integrada Marly Sarney (Lago da Pedra – MA, Rua Cel. P. Bogéa, 312 )
· Rua Marly Sarney (Grajaú – MA, Centro)
· Rua Marly Sarney (Imperatriz- MA, Nova Imperatriz)
· Rua Marly Sarney (Açailandia - MA)
· Rua Marly Sarney (São Luis – MA, HAB. Nice Lobão)
· Rua Marly Sarney (São Luis – MA, APACO)
· Rua Marly Sarney (São Luis – MA, Retiro Natal)
· Rua Marly Sarney (São Luis – MA, Fátima)
· Rua Marly Sarney (São Luis – MA, Santa Cruz)
· Rua Marly Sarney (São Luis – MA, Vila Ivar Saldanha)
· Av. Marly Sarney (São Luis – MA, APACO)

5. JOSÉ SARNEY FILHO (FILHO E DEPUTADO FEDERAL)

· Vila Sarney Filho I e II (São José de Ribamar - MA)
· Escola José Sarney Filho (São Luis- MA, Barreto )
· Escola Municipal Sarney Filho (São José de Ribamar – MA, Vila Sarney Filho)
· Unidade Integrada Sarney Filho (Raposa - MA, Av. Principal, s/n)
· Ponte Sarney Filho (São Luis – MA, Rio Anil- Bequimão)
· Rua Zequinha Sarney (São Luis- MA)
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA, Calhau)
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA, Coroadinho)
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA, João de Deus)
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA, São Bernardo)
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA , Anil)
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA, Barreto)
· Rua Sarney Filho (São Luis- MA, Tirirical )
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA, Vila Mauro Fecury I)
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA, Vila Palmeira)
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA, Vila Janaina)
· Rua Sarney Filho (São Luis – MA, Rio Anil - Bequimão)
· Rua Sarney Filho (Raposa – MA, Centro)
· Avenida Sarney Filho- 1ª (São Luis – MA, Vila Embratel)
· Avenida Sarney Filho- 2ª (São Luis – MA, Vila Embratel)
· Avenida Sarney Filho (São Luis – MA, Janaina)
· Avenida Sarney Filho (São Luis- MA, Vila Riod)
· Avenida Sarney Filho (São Luis – MA, Coroadinho)




6. FERNANDO SARNEY (FILHO, EMPRESÁRIO DE VARIOS SETORES E ATUAL VICE-PRESIDENTE PARA REGIÃO NORTE DA CBF)

· Rua Fernando Sarney (São Luis - MA)
· Rua Fernando Sarney (São Luis – MA, Vila Janaina)
· Rua Fernando Sarney (Santa Inês - MA)


7. KIOLA SARNEY (MÃE - FALECIDA)

· Vila Kiola Sarney (São José de Ribamar - MA)
· Vila Kiola I e II (São Luis - MA)
· Rodoviária Kiola Sarney (São Luis- MA)
· Sala Kiola Sarney (São Luis – MA, localizada na Defensoria Pública)
· Complexo Estadual de Ensino .Fundamental e Médio (C.E.E.F.M.) Kiola Sarney (São Bento - MA)
· Expresso Pinheirense – Kiola Sarney(Pinheiro – MA, Rua 20 qd 20 – Bairro Kiola Sarney )
· Metalúrgica Kiola (São Luis- MA, Estrada de Ribamar, s/n - km 05, (98)32376363)

8. SARNEY COSTA (PAI - FALECIDO)

· Fórum Desembargador Sarney Costa (São Luis – MA, Av. Carlos Cunha, 3676)
· Fórum Desembargador Sarney de Araujo Costa (Pinheiro – MA, Pça José Sarney – Centro, 65.200-000)
· Unidade Integrada Desembargador Sarney (São Luis – Ma, Rua 6 São Francisco)
· Unidade Escolar José Sarney Costa (Pindaré Mirim- MA, Cmte. Pedro Melo, s/n)
· Vila Desembargador Sarney Costa (São José de Ribamar - Ma / São Luis – MA, Próximo à Cidade Olímpica)
· Rua Desembargador Sarney Costa (Paulo Ramos - MA)
· Rua Desemb. Sarney Costa (São Luis – MA, Apeadouro)
· Rua Desemb. Sarney Costa (São Luis – MA, Fátima)


9. OUTROS MEMBROS DA FAMILIA SARNEY

· Centro de Ensino Fundamental. Fernanda Sarney (Bom Jardim - MA) - NETA
· Caixa Escolar Roberto Sarney (Paulo Ramos – MA, Rua Des. Sarney, s/n) - SOBRINHO
· Hospital Dr. Carlos Macieira/ Hospital do Servidor(São Luis – MA, Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n) – SOGRO- FALECIDO
· Hospital do Aparelho Locomotor “Carlos Macieira”- Associação das Pioneiras Sociais (São Luis – MA, Av. Gov. Luis Rocha, Fé Em Deus)
· Centro de Saúde Dr. José Carlos Macieira (São Luis – MA, Sacavém).
· Escola Municipal Simone Macieira (Açailandia – MA, Rua Medeiros Neto, s/n) - CUNHADA
· Rua Doutor Carlos Macieira (São Luis – MA, Alemanha) –sogro- falecido
· Rua Dr. Emiliano Macieira (São Luis – MA, Vila Ivar Saldanha) - CUNHADO
· Rua Murilo Sarney (São Luis- MA, Jardim Primavera II) - IRMÃO
· Rua Lucy Sarney (São Luis – MA, Santa Clara) – IRMÃ - FALECIDA
· Rua Evandro Sarney (Açailandia - MA) - IRMÃO
· CAIC Embaixador Araujo Costa (São Luis – MA, Cidade Operária) – NÃO IDENTIFICADO"

Recordar é Viver 11: "Fernando Sarney inventou a parceria público privado no Maranhão há 26 anos"

Ontem quando eu resolvi publicar a série "Recordar é Viver" para comemorar três meses de aniversário deste blog, afirmei que ia republicar as dez postagens mais interessantes e polêmicas veiculadas neste espaço desde 17 de setembro.

Ontem publiquei cinco matérias e hoje fiquei de publicar mais cinco. Acontece que quando fui selecionar as cinco restantes mais importantes, fiquei em dúvida de como escolher cinco das sete selecionadas.

Resolvi então publicar as outras sete matérias.

A décima-primeira matéria foi publicada em seis de outubro último e fala da precocidade do mega-empresário Fernando José Macieira Sarney, que há 26 anos, em 1983, previu o futuro e inventou a parceria público-privado no Maranhão.

Como presidente da Cemar ele assinava cheques para comprar postes de cimento produzidos pela empresa Premolde, Artefatos de Cimento Ltda., do qual era sócio cotista.

Preenchia os cheques de compra de postes com a maõ direita e utilizava a mão esquerda para receber os mesmo cheqes como dono da Premolde.

Simples, não é!

Vejam a matéria:

"Há vinte e seis anos, seis meses e vinte dias o engenheiro formado pela Escola Politécnica da USP, Fernando José Macieira Sarney, entrou para a história do mundo dos negócios.

No dia 16 de março de 1983, Fernando Sarney assumiu a presidência da Cemar – Companhia Energética do Maranhão. Ele foi nomeado pelo então governador recém eleito pelo PDS (Partido Democrático Social), Luís Rocha, candidato apoiado pelo ainda senador pelo Maranhão, José Sarney.

Em 1982 aconteceram as primeiras eleições diretas para governadores de Estado desde 1965, quando no Maranhão o próprio Sarney se elegeu pela UDN.

A posse de Fernando na presidência da Cemar foi noticiada na capa do jornal “O Estado do Maranhão”, edição do dia 17 de março de 1983, com direito à foto do irmão de Roseana, de óculos, assinando o termo de posse na Cemar.

No texto da matéria sobre a posse de Fernando na Cemar, o jornalista que cobriu o evento disse: “Centenas de pessoas compareceram à cerimônia. Depois de afirmar ‘ser o povo o único beneficiário’ das ações da empresa, Fernando Sarney frisou que o ‘homem público deve se vigiar permanentemente’...”.

Veja a seguir a reprodução da matéria no jornal ”O Estado do Maranhão”, edição de 17 de março de 1983.



Meu texto é uma espécie de saudação e reconhecimento da capacidade administrativa pública e do tino comercial empresarial desenvolvido por Fernando Sarney.

Eu explico melhor! No dia 15 de fevereiro de 1985, quase dois anos depois da posse de Fernando na presidência da Cemar, o mesmo jornal, “O Estado do Maranhão”, publicou o resumo da ata de realização de uma assembléia de cotistas da empresa Premolde, Artefatos de Cimento Ltda.

A ata anunciava uma decisão tomada pelos três cotistas, sócios e proprietários da empresa na assembléia realizada em 28 de janeiro de 1985: emissão de 54 milhões de ações no valor de Cr$1, 00 (um cruzeiro) cada uma, sendo 14 milhões de ações ordinárias com direito a voto e 40 milhões de ações preferenciais, sem direito a voto, totalmente subscritas pelo Fundo de Investimentos da Amazônia – FINAM.

Participaram da assembléia da Premolde, Artefatos de Cimento Ltda. os sócios Miguel Nicolau Duailibe Neto, presidente do Conselho, sua esposa Maria de Fátima dos Santos Duailibe e Fernando José Macieira Sarney.

Veja agora a cópia da ata da Premolde, Artefatos de Cimento Ltda., publicada pelo próprio jornal da família Sarney em 27 de fevereiro de 1985.



O mais interessante ainda é que a Premolde possuía uma característica única que a diferenciava de outras empresas privadas maranhenses existentes no início dos anos 80: produzia um só tipo de produto e tinha um único cliente exclusivo.

A Premolde fabricava e fabrica até hoje postes de cimento para iluminação pública e transmissão de energia da alta e baixa tensão. Seu único e exclusivo cliente é a Cemar.

Veja agora a reprodução de uma nota fiscal de número 11.452, datada de 03 de setembro de 1994, relativa à venda de 1.800 postes de concreto duplo (1.000 do tipo T 10/150 e 800 do tipo T 11/300), no valor total de R$ 127.054,00. A empresa vendedora foi a Premolde, Artefatos de Cimento Ltda., e quem comprou foi a Companhia Energética do Maranhão.



Mais de dez anos depois da posse de Fernando Sarney na presidência da Cemar, em 24 de novembro de 1993, a composição social da empresa mudou; saíram da sociedade Maria de Fátima dos Santos Duailibe (esposa de Miguelzinho Duailibe), Tereza Cristina Murad Sarney (esposa de Fernando Sarney) e o próprio Fernando José Macieira Sarney. Entraram Armando Martins de Oliveira, Salem Zugair e a empresa Amper, Construções Elétricas Ltda., com sede em Cuiabá, Mato Grosso, e filial em São Luís

Oliveira, conhecido no mundo dos negócios como “Armandinho Nova República”, é irmão do deputado federal autor da Emenda das Diretas e ex-governador do Mato Grasso, Dante de Oliveira, já falecido. Com o passar dos anos, Fernando Sarney ampliou o raio de ação de seus negócios e praticamente monopolizou para si e seus sócios o setor elétrico brasileiro.

Não é por acaso que o ex-ministro das Minas e Energia, Silas Rondeau, é amigo pessoal de Fernando e foi diretor da Cemar na época em que a empresa ainda era pública. Tanto Rondeau como o atual ministro Édison Lobão, foram indicações pessoais do comandante do clã oligárquico, o senador José Sarney.

Mas isto é outra história!! Hoje escrevemos sobre a inédita parceria pública privada inventada há mais de 26 anos pelo empresário Fernando Sarney.

O destino do Maranhão ali já fora traçado: Fernando Sarney vendia postes de cimento com a mão esquerda; Fernando Sarney comprava postes de cimento com a mão direita; e só ele lucrava, pois os bolsos da calça de Fernando Sarney estavam sempre cheios de cédulas e moedas desviadas do cofre público estadual.

Pelo jeito o homem público Fernando Sarney nunca foi devidamente vigiado. Nem por ele próprio e nem por ninguém, pois a Polícia Federal do Brasil que investiga os negócios dele desde 2006, o apontou com líder de uma perigosa “OCRIM”, organização criminosa, que sangra à décadas os escassos recursos públicos federais e estaduais."

Recordar é viver 10: "Roseana Sarney, a OAS e a Gautama aprontam e o povo de São Luís sofre sem água"

Na décima matéria da série "Recordar é Viver", o blog publica matéria postada em 27 de setembro de 2009 que fala das relações estranhas entre Ropseana Sarney e Zuleido Veras, empreiteiro da empresa Gautama.

Veras conseguiu a liberação de R$ 150 milhões e a OAS de outros R$ 150 milhões no ano de 2000 com o objetivo de duplicar a capacidade de produção de água potável do sistema Italuís, no Maranhão.

O dinheiro sumiu, a obra não foi feita e o povo da capital maranhense sofre com as seguida falta de água na maioria dos bairros da cidade.

Interessante é que em 2006 Zuleido Veras foi um dos contribuintes da campanha eleitoral de Roseana Sarney.

Engraçado é que a dupla Roseana e Ricardo anuncia agora a liberação de mais um convênio com o governo federal no valor de R$ 255 milhões para sanear os problemas de falta de água em São Luís.

Veja a matéria:

"O supersecretário Ricardo Murad anunciou anteontem em entrevista coletiva que sua cunhada, a governadora Roseana Sarney, decretou no último dia 21 de setembro estado de calamidade pública no município de São Luís por 90 (noventa) dias.

O motivo alegado pela matéria do jornal da família Sarney para a assinatura do decreto foi: “Um colapso no sistema de abastecimento de água, em decorrência da precariedade da Adutora Italuís I, que apresenta intenso processo de corrosão e consequentemente rompimentos, o que tem resultado na perda de até 60% da água bombeada para São Luís.”

A matéria publicada na capa do caderno Cidades da edição de sábado, 26, terminou com uma informação técnica do atual presidente da Caema, João Moreira Lima, e uma insólita e irresponsável afirmação de Ricardo Murad.

“Das três bombas do Italuis, só duas funcionam, ou seja, em vez da produção alcançar nível de 1,8 m cúbico por segundo, havia uma vazão de apenas 1,4 m cúbico por segundo”, disse Moreira Lima.

Murad fechou a matéria afirmando: “encontramos a Caema diante de um desastre total. Tudo por causa das más administrações anteriores. Essa empresa já foi muito usada politicamente, o que causou uma sequência de problemas. Estamos trabalhando para reverter este quadro.”

Roseana e a Gautama

O que Ricardo Murad esqueceu de informar, a bem da verdade, é que em 2000, a União, através do Ministério de Integração Regional, e o Estado do Maranhão, através da governadora Roseana Sarney e a Caema, assinaram um convênio no valor de R$ 300.000.000,00 (trezentos milhões de reais), que hoje valem R$ 540 milhões, para duplicar a capacidade de produção de água do Italuís1.

Com a verba deveria ter sido construída uma nova adutora, a Italuís 2, dobrando a capacidade de captação de água, tratamento da água e distribuição do líquido para toda a ilha.

A CPL (Comissão Permanente de Licitação) do governo de Roseana Sarney realizou uma concorrência pública, a 092/2000CPL, e firmou dois contratos (071/2000RAJ e 072/2000RAJ) de R$ 150 milhões cada com as empreiteiras baianas Gautama Ltda., do empresário Zuleido Veras, e com a OAS Ltda., pertencente a um genro de Antônio Carlos Magalhães, o ACM, político baiano já falecido que foi aliado e ex-ministro das Comunicações do presidente Sarney.

Para sacramentar o negócio com Zuleido Veras, Roseana nomeou em 2000 para a presidência da Caema, o engenheiro baiano e ex-funcionário da Gautama, Thadeu Antônio Almeida de Oliveira Pinto, que ficou no cargo até 2002.

O tempo passou e o sistema Italuís continuou com os mesmos problemas. Construído no governo de João Castelo, no início dos anos 80, o Italuís 1 não acompanhou o crescimento da população da capital maranhense e não consegue ofertar água necessária para o consumo pleno de mais de um milhão de habitantes da capital.

Por isso o rodízio no fornecimento de água aos bairros, com as comunidades mais carentes ficando vários dias sem água, vivendo o drama diário das torneiras vazias.

Algumas poucas obras isoladas foram feitas, muito dinheiro foi liberado para a Gautama e a OAS até que a pedido do Ministério Público Federal do Maranhão, o juiz federal Wellington Cláudio Pinheiro de Castro em 19/10/2005, resolveu anular a concorrência 092/2000CPL, os contratos 071 e 072/2000RAJ e seus respectivos aditivos firmados entre a Caema, e a Gautama e a OAS. O juiz condenou o governo do Estado a ressarcir aos cofres da União os valores das parcelas já liberadas às empreiteiras baianas pela empresa interveniente, no caso a Caema.

Roseana e Zuleido

Leia agora o texto assinado por Darlene Pereira e publicado no portal Bahia Notícias, de Samuel Celestino, em 03 de Junho de 2007, cujo título é “Os milhões da Gautama e da OAS no Maranhão”.

“Ainda conforme a Policia Federal que está no rastro de Zuleido Veras, apontado como pivô da máfia das obras, a PF mira um negócio de R$ 540 milhões - em valores atualizados - no Maranhão que ele dividiu com a Construtora OAS. O negócio foi feito no governo Roseana Sarney (hoje no PMDB, na época no PFL). A meta inicial da investigação federal era descobrir como a empreiteira de Zuleido foi acolhida pelas administrações de José Reinaldo Tavares (PMDB) e Jackson Lago (PDT), alvos da Operação Navalha. Os federais descobriram que, em parceria com a OAS, a Gautama chegou bem antes por lá, quando o Maranhão ainda era domínio quase exclusivo do clã Sarney. Em 2000, quando a Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão (Caema), por força de convênio com o Ministério da Integração Nacional, contratou as empreiteiras para a obra da Adutora Italuís II, orçada então em R$ 300 milhões. A Investigação aponta que a OAS e a Gautama dividiram meio a meio o bolo, e a OAS pegou um trecho de R$ 151 milhões.” (Darlene Pereira)

Nas investigações realizadas pela Polícia Federal na Operação Navalha foi encontrada uma anotação datada de 14 de julho de 2006 na agenda de Zuleido Veras registrando a doação de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) da Gautama para a campanha eleitoral de Roseana Sarney ao governo do Maranhão. Também foram encontrados vários registros e cópias de cheques com valor médio de R$ 10.000,00 (dez mil reais) depositados na conta corrente bancária de um irmão do ex-presidente José Sarney.

Ninguém esquece no Maranhão a forma como o sistema Mirante/Mentira tratou José Reinaldo Tavares e Jackson Lago em seus veículos de comunicação. Foram condenados previamente, mesmo sem terem sido julgados, e a imagens dos dois ex-governadores foram apresentadas como se fossem marginais e corruptos durante a Operação Navalha

Ninguém desconhece que é para isso: distorcer os fatos, divulgar mentiras e tentar manipular a opinião pública é que o Sistema Mirante existe.

A farra das dispensas de licitação

Mas não tenham dúvidas que a decretação deste estado de emergência em São Luís por 90 dias tem um objetivo bem diferente do que querer resolver o problema de falta de água em São Luís.

A própria matéria do jornal da família imperial do Maranhão retira as máscaras de paladinos da justiça de Roseana e Ricardo ao anunciar “a liberação de R$ 255.000.000,00 (duzentos e cinquenta e cinco milhões de reais) pelo Ministério das Cidades para investimento na recuperação do sistema de abastecimento de água composto pelo Italuís, Paciência e Batatã, e tratamento do esgoto de São Luís.”

A matéria do Diário Oficial da oligarquia continua; “As negociações com o Ministério das Cidades se desenrolaram graças ao bom relacionamento de Roseana Sarney com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.”

Roseana usa e abusa de Lula e o presidente adora ser enxovalhado e enrolado pelos Sarney's.

Segundo Ricardo Murad “R$ 170 milhões serão destinados à recuperação do Italuís; R$ 10.800.000,00 na readaptação dos sistemas Paciência e Batatã; e outros R$ 50 milhões para o reforço da vazão de água na Estiva, além da colocação de cerca de duzentos mil novos hidrômetros na capital.”

A principal causa prática da decretação do estado de emergência em São Luís por noventa dias é o fato do governo de Roseana e de Ricardo Murad realizar essas obras contratando empreiteiras com dispensa de licitação. Ou seja, sem concorrência pública e ao bel prazer de Ricardo e Cia Ltda.

A história se repete nos governos de Roseana Sarney.

Há nove anos, em 2000, Roseana Sarney assinou um convênio com o Ministério da Integração Regional no valor de R$ 3000.000.000,00 e destinou R$ 150.000.000,00 para a Gautama, de Zuleido Veras, e outros R$ 150.000.000,00 para o OAS para que as duas empreiteiras baianas juntas duplicassem o sistema Italuís.

Resultado; a obra foi licitada legalmente dentro dos parâmetros regulares de uma concorrência pública. Só que ela, a obra, não foi feita e o dinheiro tomou doril! Sumiu! No caso da Gautama, pelo menos um dos cento cinquenta milhões voltou ao Maranhão, vestido de doação de Zuleido Veras para a campanha eleitoral de Roseana Sarney em 2006!

Agora em 2009, novamente Roseana através de um convênio com o governo federal, dessa vez pelo Ministério das Cidades, vai tomar emprestado mais R$ 255.000.000,00 (duzentos e cinquenta e cinco milhões de reais) para dizer que realizará as obras que deveriam ter sido feitas no começo deste século. E agora sem licitação e concorrência pública, exatamente da forma como Ricardo Murad gosta de trabalhar.

Três perguntas que não podem calar para terminar esta primeira matéria do blog sobre a série “A farra das dispensas de licitação de Roseana Sarney”:

1) Será que Ricardo vai atuar agora da mesma forma que atuou em 2003 e 2004 no comando da Gerência Metropolitana, pelo qual ele responde a processo na justiça por formação de quadrilha e improbidade administrativa?

2) Será quem em 2010 Roseana Sarney também receberá alguma doação financeira para sua campanha eleitoral a governadora de Estado de uma empreiteira que será contratada para as obras de recuperação do Italuís, da mesma forma que recebeu R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) da Gautama de Zuleido Veras em 2006? E

3) Será que a soma do dinheiro liberado em 2000 e agora em 2009 (R$ 540 milhões + R$ 255 milhões) ou seja R$ 795 milhões, quase um bilhão de reais, não daria para resolver todos os problemas de abastecimento de água da ilha de São Luís por todo o século 21?

Entendo que o Ministério Público Federal deveria ficar de olho para fiscalizar esse novo convênio e exigir a responsabilidade civil e criminal de Roseana Sarney e das empreiteiras baianas OAS e Gautama na restituição desta verba gasta sem que houvessen sido realizadas as obras de ampliação do sistema Italuís nos primeiros anos desta década."

Recordar é Viver 9: "Perseguição implacável em Porto Franco"

Na nona matéria da série "Recordar é Viver", o blog republica postagem do dia 17 de outubro último que aborda a perseguição implacàvel sofrida pelo prefeito de Porto Franço, DeoclidesMmacedo, do PDT, que não se dobrou às pressões de Roseana Sarney e Ricardo Murad para compor a base aliada do sarneysismo.

Por conta desta resistência, Murad diminuiu a verba de Saúde repassada para Porto Franco que foi obrigado a diminuir a oferta de serviços de saúde pública.

Assim age, de maneira sórdida e revanchista, a coronel biônica de saias do Palácio do Leões para quem não segue sua cartilha política. Ela e o cunhado Ricardo através da chantagewm política e da perseguição implacável aos opositores reiniciaram a era do coronelismo mais chinfrim e reacionário no Maranhão, extinto desde abril de 2002 quando o vice-governador José Reinaldo Tavares assumiu o governo do Maranhão.

Vejam a matéria:

"Aos poucos vai ficando transparente a ação nefasta da Governadora Sarney e de seu supersecretário e cunhado, Ricardo Murad, contra os verdadeiros interesses do povo maranhense.




A vítima agora e a população de seis municípios da região Sul do Maranhão: Porto Franco, Lageado Novo, Campestre do Maranhão, Ribamar Fiquene, São João do Paraíso e São Pedro dos Crentes, além de um contingente de oito a dez mil pessoas envolvidas direta e indiretamente na construção da Hidroelétrica de Estreito.

Numa decisão amparada por uma medida judicial equivocada, gerada por informações falsas enviadas a Brasília pelo secretário de saúde, Ricardo Murad, a governadora Sarney resolveu cortar 62,23% dos recursos do Pólo de Saúde de Porto Franco, cujo prefeito, Deoclides Macedo, não se curvou à pressão da oligarquia Sarney e permaneceu filiado ao PDT de Jackson Lago.


Ricardo disse à Justiça Federal que o repasse de recursos a Porto Franco ia aumentar e não diminuir



Segundo notícia postada hoje no blog do jornalista Manoel Santos, do Jornal Pequeno, o Estado cortou R$ 366.663,82, sendo R$ 100 mil do Fundo Estadual de Saúde, e R$ 266.663,82 do Fundo Nacional de Saúde. O valor mensal repassado à saúde pública de Porto Franco diminuiu de R$ 589.191,30 para R$ 222.527,48.

Segundo contagens populacionais feitas pelo IBGE em 2007 cerca de 70 mil pessoas dependem do atendimento de saúde oferecido pelo Pólo de Porto Franco, sendo 18.692 moradores de Porto Franco; 12.246 moradores de Campestre do Maranhão; 11.627 em São João do Paraíso; 7.170 em Ribamar Fiquene; 6.620 em Lageado Novo; 4.020 em São Pedro dos Crentes ; além de 8 a 11 mil pessoas envolvidas direta e indiretamente com a construção da Hidroelétrica de Estreito.

O prefeito pedetista de Porto Franco disse que com o corte na verba da saúde da cidade, recursos financeiros suficientes para manter serviços de média complexidade pelos parâmetros do SUS – Sistema Único de Saúde, ele será obrigado a diminuir consideravelmente a oferta de serviços públicos de saúde.



Prefeito de Porto Franco. Deoclides Macedo (PDT) (à esquerda) cumprimenta o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB)(à esquerda)


“Terei que diminuir a oferta de exames especializados, procedimentos cirúrgicos e serviços ambulatoriais de média complexidade; terei que cortar na compra de materiais médicos e hospitalares na ordem de 62%; médicos e enfermeiras serão demitidos e a oferta de serviços na área de cardiologia, oftalmologia, urologia, cirurgia vascular e ortopedia será reduzida; não terei mais condições de manter um cirurgião 24 horas por dia para atendimento de urgência e emergência, como era até pouco tempo”, disse Macedo.

O prefeito de Porto Franco, que se manteve leal aos seus ideais, questionou ainda que até “que os 65 hospitais sejam efetivamente construídos, equipados e que entrem em funcionamento, o que poderá durar um ano, onde é que essa população será atendida?”.

Essa atitude da dupla Roseana & Ricardo Murad é verdadeiramente criminosa e mostra o total descompromisso deste governo biônico com a população pobre do Estado.




Com esta atitude mesquinha e injusta, Ricardo só reafirmou o que o padre Jean Marie, suplente do Conselho Estadual de Saúde, representante da Pastoral da Criança, disse em entrevista a esse blog postada em 09-10-2009: “Ricardo não entende nada de saúde”.

Murad só está preocupado em destruir todos os avanços conquistados no governo democrático de Jackson Lago no tocante à implantação correta do Sistema Único de Saúde, realizada no Maranhão e beneficiar empreiteiras e empresas privadas do setor de saúde.

Até agora seus principais feitos na secretaria que dirige foram;

1) Terceirizar em favor de empresas privadas como o Inlab (que tem como um dos sócios o secretário-adjunto de Ricardo, Dr. Fernando Neves), Cedro e Gemma, os serviços laboratoriais dos hospitais públicos estaduais;

2) Colocar em prática um plano megalomaníaco de construir 65 novos hospitais de 50 e 20 leitos cada no interior do Maranhão, garantindo obras por um ano para um número grande de empreiteiras;

3) Passar a administração dos hospitais públicos do Estado (Hospital do Ipem, Maternidade Marli Sarney, Hospital Geral, Hospital da Criança, entre outros), para empresas privadas de fora do estado (exemplo – a Cruz Vermelha do Brasil com sede em Curitiba, no Paraná);

4) Cortar a distribuição gratuita de remédios caros e essenciais para pessoas carentes com doenças graves que agora estão sem tomar os medicamentos;

5) Atrasar a entrega de remédios fundamentais para a manutenção da saúde de pessoas transplantadas, que em sua maioria, não possui recursos financeiros para adquirir remédios caros; e

6) Para fechar com chave de ouro esta série inicial de desatinos cometidos por Ricardo Murad, mais de 200 funcionários da Maternidade Marli Sarney, sob a nova administração de uma empresa privada do Paraná, foram demitidos.

Murad precisava entender que o problema da saúde no Maranhão não será resolvido com a construção de mais 65 hospitais. O nosso estado precisa é acabar de implementar corretamente o SUS, equipar e contratar pessoal qualificado para o funcionamento pleno das unidades já existentes.

Não será perseguindo prefeitos como no caso de Porto Franco e seqüestrando verbas destinadas em convênio para a Prefeitura de Pinheiro construir um hospital de urgência e emergência para atender a população pobre de 43 muncípios da Baixada Maranhense, nos moldes do Socorrão de Presidente Dutra, é que Roseana e Ricardo resolverão os graves problemas que afligem a saúde pública no Maranhão.

Certamente as populações dos seis municípios da região de Porto Franco e da Baixada Maranhense não esquecerão estas decisões equivocadas e mal intencionadas tomadas pela dupla Rósea & Ricardo e saberão dar a merecida resposta para os dois nas urnas em 2010, com juros e correção monetária.

Ninguém esquecerá esse rosário de iniqüidades e malvadezas, que está sendo praticado pela Governadora Sarney e seu cunhado, o supersecretário Ricardo Murad.


Governadora Sarney pensando no troco do povo maranhense nas urnas em 2010"

Recordar é Viver 8: " Ipope começa a temporada de caça aos trouxas do Maranhão"

Na oitava matéria da série "Recordar é Viver", republico hoje matéria originariamente postada no dia 17 de novembro deste ano que denuncia o início da temporada de caça aos trouxas do Maranhão.

A matéria repercurte uma suposta pesquisa feita pelo Instituto IPOPE em Bacabal que dá uma preferência de 79,51% para Roseana Sarney nas eleições para governador do Maranhão naquele município, contra menos de 5% para Jackson Lago e menos de 3% para o deputado federal Flávio Dino.

Com um índice destes para que seriam realizadas eleições,não é?

Eu acho que já assisti este filme antes.

Vejam a matéria:

"O blog do jornalista Décio Sá postou recentemente uma matéria que fala sobre uma suposta pesquisa de opinião pública feita pelo IPOPE em Bacabal.

Pelos números apresentados por Sá, o Maranhão não precisaria perder tempo e dinheiro, e nem torrar a paciência de seus milhões de eleitores com a realização de eleições em outubro de 2010.

Era só uma questão de homologação da vontade popular, na ótica deciana, ou então coroar logo a governadora como “Roseana 1.ª”, Imperatriz Perpétua do Maranhão.

Segundo os dados do IPOPE postados por Décio Sá, na pesquisa estimulada Roseana Sarney (PMDB) vem em 1.º lugar com 79,51% das preferências populares, seguida de Jackson Lago (PDT) com 4,80% e de Flávio Dino com 2,0%. Na pesquisa espontânea, a filha de Sarney está em 1.º lugar com 67%, seguida de Lago com 4,4% e de Dino com 2,3%.

Segundo Sá, o IPOPE pesquisou também as preferências populares em Bacabal para deputado estadual e federal. Para a Assembléia Legislativa desponta o nome de Fátima Vieira com 5,1%, seguida de Jura Filho com 3,05% e da ex-primeira-dama de Bacabal, Graciete Lisboa, com 1,2%.

Já para a Câmara Federal o deputado federal José Vieira se destaca com 23,08% das preferências, seguido de Alberto Filho com 5,5% e de Roberto Rocha com 1,0%.

Com certeza a pesquisa do IPOPE deve ter sido contratada pelo ex-prefeito de Bacabal, José Vieira.

Eu acho que já assisti a este filme em 2005 e 2006 quando a então candidata a governadora do Maranhão pelo PFL tinha mais de 70% de intenção de votos."

Recordar é Viver 7: "Governo Roseana é só mídia de fachada"

Na sétima matéria da série "Recordar é Viver", publicamos hoje uma matéria postada no dia dois de dezembro passado que trata sobre a proposta orçamentária para 2010 enviada pela Governadora Sarney à AL.

O jovem brilhante deputado Rubens Pereira Junior, do PC do B/MA, fez um pronunciamento histórico na tribuna da AL onde desnudou as reais intenções da governadora que diminuiu o orçamentos das pastas de Educação, Agricultura, Trabalho e Ciência e Tecnologia para investir mais em obras do setor de Saúde e em Comunicação, pasta responsável pelo pagamento mensal de milhões de reais aos veículos do Sistema Mirante de Comunicação, pertencentes sos três irmãos Sarney; Roseana, Fernando e Zéquinha.

Vejam a matéria:

"A administração da senhora Roseana Sarney Murad, 56, tenta vender uma imagem falsa para a opinião pública maranhense de que retomou o trabalho que teria sido abandonado pelo governador anterior, Dr. Jackson Lago.

Ocupante biônica do Palácio dos Leões por uma decisão autocrática de quatro ministros do TSE que resolveram cassar o voto de quase um milhão e quatrocentos mil eleitores maranhenses, a governadora Sarney mandou recentemente para a Assembléia Legislativa uma mensagem oficial com a proposta orçamentária do Estado para 2010.

O orçamento de 2010 chegou a R$ 9,3 bilhões, num acréscimo de quase R$ 1,2 bilhão (15%) em relação ao orçamento de 2009, apresentado à AL em 2008 pelo governador Jackson Lago.

Na semana passada, uma das mais gratas revelações do parlamento maranhense, o jovem advogado e deputado pelo PC do B/MA. Rubens Pereira Júnior fez um pronunciamento contundente na tribuna da AL, que deixou praticamente nua a administração da governadora Sarney.

Três itens do orçamento de 2010 enviado à AL pela Governadora Sarney deixam evidente a postura demagógica e as verdadeiras prioridades do grupo Sarney no comando do Estado.



Governadora Sarney anunciando cortes orçamentários em Trabalho, Ciência e Tecnologia e Educação para 2010



O primeiro item é a Agricultura. Em 2008 o governo democraticamente eleito do Dr. Jackson Lago destinou R$ 93,9 milhões, ou 2,01% do total do orçamento de 2009
ao setor, para impulsionar, principalmente, a agricultura familiar, responsável direta pela produção de alimentos de consumo popular como arroz, feijão e farinha de mandioca.

Já o governo de Roseana, resgatando uma tradição de suas administrações anteriores (vide o período de 1995 a 2002, quando inclusive ela e seu marido Jorge Murad extinguiram a pasta de Agricultura), diminuiu a dotação da agricultura de R$ 93,9 milhões para R$ 56,1 milhões, num decréscimo de 40,2% de 2010 para 2009.

No orçamento apresentado por Jackson Lago em 2008 para o orçamento de 2009, foi reservado 2,1% do total para a agricultura.

Já para o orçamento de 2010, apresentado este ano, Roseana Sarney destinou apenas 0,99%, isso mesmo, nem um por cento, para a agricultura,

Fica a pergunta: quem tem mais compromisso com a agricultura, principalmente a feita pelos pequenos produtores rurais: Jackson Lago ou Roseana Sarney?

Outros três setores do orçamento que deixariam qualquer governante vermelho de vergonha são Trabalho, Ciência e Tecnologia e Educação.

O império de mídia da família Sarney, composta pelas emissoras de televisão Mirante/Globo, rádios Mirante AM e FM, jornal O Estado do Maranhão e portal Imirante tem batido na mesma tecla desde que Roseana assumiu seu governo biônico em 17 de abril de 2009.

Roseana é quem está trazendo a refinaria Premium da Petrobrás para Bacabeira e seu governo vai investir pesado na preparação de mão de obra especializada para ocupar os principais postos de trabalho da futura refinaria.

Mais uma mentira deslavada que não fica de pé através de uma simples comparação entre os orçamentos de Jackson Lago para 2009 e de Roseana Sarney para 2010.

Já contando com a instalação da refinaria em Bacabeira, Lago destinou R$ 52,9 milhões (1,33% do orçamento) para a função Trabalho; R$ 21,4 milhões (0,46% do orçamento) para o setor de Ciência e Tecnologia; e 1,138 bilhão (24,38%, quase os ideais 25%) para Educação.

Comparem agora esses números do orçamento de 2009, apresentado em 2008 à AL pelo governador cassado Jackson Lago, com os números do orçamento de 2010, enviado recentemente pela Governadora Sarney para a AL.

A função Trabalho recebeu R$ 7,2 milhões ou míseros 0,13% do orçamento 2010. O secretário petista-sarneysista de Trabalho, José Antônio Heluy perdeu 86,4% do orçamento de sua pasta de um ano para o outro e se calou, consentindo com tamanho descalabro.

Fica a pergunta que não pode calar: cortar 86,4% do orçamento da função Trabalho de 2010 em relação a 2009 retrata fielmente o compromisso da governadora Sarney com a preparação da juventude maranhense para ocupar os melhores cargos e funções e da refinaria da Petrobrás que está chegando?

A mesma coisa acontece na pasta de Ciência e Tecnologia ocupada hoje pelo ex-reitor da UEMA, Waldir Maranhão.

Deputado federal eleito pelo PSB em 2006 e que no ainda no 2.° turno daquele ano debandou para a base aliada de Roseana, hoje filiado ao PP, WM foi deslocado para Ciência e Tecnologia só para abrir vaga na Câmara Federal para o dirigente nacional do PT, Washington Luís de Oliveira, assumir mandato de deputado federal.

O orçamento de Ciência e Tecnologia diminuiu de R$ 21,4 milhões em 2009 para R$ 19,7 milhões, num decréscimo de 7,94%.

Já a pasta de Educação que inclui todo o investimento do Estado na Educação Pré escolar, Ensino Fundamental (1.° grau) e Ensino Médio (2.° grau), no orçamento de 2009 enviado por Jackson Lago à AL em 2008, chegou a 24,38%, bem perto dos tão sonhados e desejados, e nunca antes alcançados, 25%.

Pois bem com Roseana Sarney no governo, o orçamento destinado à Educação em 2010 diminuiu também de R$ 1,348 bilhão para R$ 1,138 bilhão, numa perda de apenas 0,54% que representa a bagatela de R$ 210 milhões. Isso mesmo R$ 210.000.000,00 ou duzentos e dez milhões de reais a menos no orçamento de 2010.

É o compromisso da Educação de Roseana Sarney.

Agora adivinhem, se puderem, quais os principais setores do orçamento de 2010, apresentado pela Governadora Roseana Sarney, que aumentaram sua dotação em relação ao orçamento de 2009, apresentado à AL por Jackson Lago em 2008?

Se vocês responderam Comunicação e Saúde, acertaram em cheio.

O primeiro item para assegurar o voraz apetite dos irmãos Sarney: Roseana, Fernando e José Filho pelas polpudas verbas de comunicação.

Não podemos esquecer que os três manos são os sócios majoritários do Sistema Mirante de Comunicação.





Já a Secretaria de Saúde aumentou muito seu orçamento para fazer frente às construção de 64 novos hospitais no Estado, para a alegria de empreiteiros e incremento às doações de empresas para campanhas eleitorais em 2010.

Como se vê diante da imparcialidade destes números, o governo Roseana Sarney continua sendo muita mídia, muito dinheiro desviado para pagar a Mirante, e muito dinheiro para a saúde para os empreiteiros construírem 64 novos hospitais.

E depois ainda me criticam quando digo se tem uma coisa que voltou neste governo, foi o jogo do baralho!!"

Recordar é Viver 6: "Aderson se recusa a depor diante de comissão de exceção"

Na sexta matéria da série "Recordar é Viver" em comemoração ao aniversário de três meses deste blog, publicamos hoje uma postagem originariamente veiculada no dia 03 de dezembro último.

Ela publica uma carta de Aderson Lago, ex-chefe da Casa Civil do governador Jackson Lago, endereçada a comissão especial de investigação de Crimes contra o Erário Estadual, composta por dois delegados da Polícial Civil e utilizada politicamente para intimidar oposicionistas do grupo Sarney.

"O ex-chefe da Casa Civil do governador Jackson Lago e ex-deputado estadual Aderson Lago (PSDB), se recusou anteontem a prestar qualquer tipo de declaração a dois delegados da Polícia Civil que integram uma Comissão de Investigação de Crimes contra o Erário Estadual.

A comissão foi idealizada pela governadora Sarney, o procurador do Estado, Marcos Lobo, o supersecretário de Saúde, Ricardo Murad, e pelo secretário de Segurança Pública, Raimundo Cutrim, para perseguir e tentar punir políticos que fazem oposição ao grupo Sarney no Maranhão.

Leiam na íntegra, o documento assinado e entregue por Lago à comissão:"

Estudantes maranhenses vencem Olimpíada Nacional de História organizada pela Unicamp/SP

Os estudantes do 3.° ano do Ensino Médio do Colégio Santa Tereza, Camila Carvalho Matos, Lucas Moraes Santos e João Vitor Freitas Ferreira foram os grandes vencedores da Olimpíada Nacional de História, promovida pela Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, de São Paulo.

Cerca de quatro mil grupos de estudantes de todos os Estados do Brasil se inscreveram na Olimpíada da Unicamp, que financiou as passagens aéreas e a hospedagem dos dez grupos com melhor desempenho nas etapas classificatórias do certame cultural.

Camila, Lucas e João Vitor cursaram o ensino fundamental, o antigo primário e ginásio, no colégio Colméia de São Luís e se transferiram para o Colégio Santa Tereza há três anos para cursarem o Ensino Médio.

Camila é filha dos jornalistas Nilson Amorim Matos e Aracéa Carvalho; Lucas é filho do dirigente da Cáritas, Ricarte Almeida Santos e da jornalista Cristiane Morais; e João é filho de Ana Cristina Freitas Ferreira.

Os três foram à Campinas acompanhados do professor Gereba, que ministra aulas de História no Colégio Santa Tereza.

Eles não puderam esperar o resultado oficial da Olimpíada de História da Unicamp, que só foi divulgado hoje, domingo, pois viajaram ontem para Brasília, onde fazem hoje a prova do vestibular da UNB.

Camila, Lucas e João Vitor estão de parabéns por terem honrado e dignificado o Maranhão num concurso tão concorrido como este da Unicamp.

Os pais orgulhosos, parentes, amigos e colegas da Colméia e do Santa Tereza já estão preparando uma recepção festiva e alegre no Aeroporto Marechal Cunha Machado de São Luís para quando esses ilustres jovens maranhenses retornaram a nossa terra.

O blog parabeniza os três estudantes que representaram muito bem a Atenas brasileira.