quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Lançamento de "Honoráveis Bandidos" em São Luís

Quero pedir desculpas aos leitores do meu blog, mas até o dia 04 de novembro, na próxima quarta-feira, estou concentrando todas as minhas energias no lançamento do livro "Honoráveis Bandidos - um retrato da era Sarney no Brasil".





O livro do jornalista paraense Palmério Dória, será lançado em São Luís, na quarta-feira que vem às 19h00, no auditório do Sindicato dos Bancários, na Rua do Sol, no centro da cidade.

Como estou coordenando o evento, confesso que não tenho tido tempo para preparar boas postagens para o blog, produção que requer qualidade e apuração minuciosa dos fatos.

A partir do dia cinco de novembro retomarei à produção de boas matérias para o blog, sempre pautando-o com matérias críticas sobre as ações do atual governo biônico da senhora Sarney, relembrando os fatos ocorridos no passado, em particular de 1995 a abril de 2002 e selecionando músicas e gols que marcaram minha adolescência e juventude.

Aproveito a oportunidade para convidar todos meus leitores para participarem do lançamento do livro "Honoráveis Bandidos" em São Luís, no próximo dia 04 de novembro, às 19h00, na sede do Sindicato dos Bancários, na rua do Sol, centro da cidade.

Até lá!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Cadê a Patrulha do Bairro, Cutrim?

Esta matéria foi divulgada agora a pouco pelo jornalista Cláudio Humberto.

"A ex-secretária de Segurança do Maranhão no governo de Jackson Lago (PDT), Eurídice Vidigal, foi assaltada agora há pouco em um frigorífico em São Luís

Mulher do ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça Edson Vidigal, ela estava chegando ao frigorífico Fribal quando foi rendida pelos assaltantes.

Leia o seu relato:

'Já é um consolo. Acabei de ser vítima de um assalto na Fribal da Cohama. Estava chegando, dois cercaram o meu carro.

Sentada atrás, homem em pé com a arma na cintura, dizendo para o meu segurança que ou eu saia de imediato do carro e entrava no supermercado ou ele ia me matar. Desci e fui andando com eles atrás.

Ex-Secretária de Segurança Cidadã do Governo Jackson Lago, Eurídíce Nóbrega Vidigal



Entrei na Fribal e aquela cena louca. Mulheres chorando baixinho, uma das caixas ameaçando desmaiar, um homem entregando a aliança o celular e abraçando a mulher. Outro homem fingindo que tomava café no bar enquanto entregava tudo sob a mira de um revolver.

Eu torcendo para que não descobrissem que havia um policial comigo. Zeraram todos os caixas, gritaram no fundo da loja com trabalhadores. E a ladainha se repetindo: se alguém reagir, matamos todo mundo. O medo de que alguém perdesse o controle era o maior.

Enquanto isso, lá fora, circulando alheio ao drama, o substituto do Patrulha do Bairro, rodando na rua, indiferente a tudo. Escapei sem qualquer arranhão no patrimônio. Nada levaram meu, assim como de outros. Só o que não vai embora rápido: a agressão à alma.

Eles nem capuz usavam. Eram jovens e em número de seis, até onde pude perceber. Estavam bem vestidos e armados. E um reclamou seriamente de um homem que só tinha R$ 10 no bolso. Pensei que ele fosse, no mínimo, ser espancado. Não foi, mas depois o choro falou da dor.

Dava medo até de sair. Mas como permanecer dentro da loja? A vida segue. Se fosse no meu tempo, a culpa era minha. Hoje.'"

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Conselho decidiu encerrar as atividades da Fundação José Sarney

Vocês conhecem aquela velha história de que esmola muita o cego desconfia.

É, pois é! Eu estou desconfiado de que ainda existe muita sujeira escondida por debaixo dos tapetes e carpetes da Fundação José Sarney, no Convento das Mercês, no centro histórico de São Luís.

Eu li e reli todas as notícias publicadas ontem em todos os grandes sites do Brasil e até agora não digeri direito esta informação que o próprio Conselho Curador da Fundação José Sarney resolveu fechar as portas da entidade.

Essa estória de que o ex-presidente José Sarney estaria "chateado" com a decisão do conselho curador também está muito, mas muito mal contada.

É como se Sarney não tivessa nada a ver com a fundação que leva seu nome e que o conselho curador teria total autonomia para administrar a fundação, aplicar os recursos arrecadados, a título de patrocínio, junto a estatais, e decidir inclusive pela sua extinção.

Nesses vinte e um anos em que faço jornalismo investigativo no Maranhão, eu aprendi uma coisa sobre o modo de operação da oligarquia: eles exercem pleno poder sobre seus negócios e não delegam poderes para terceiros.

Quem comanda a política é José Sarney. Roseana é apenas a griffe.

Nos negócios quem decide é Fernando.

Jorge cuida dos interesses mais ligados ao governo estadual, secundariamente escoltado por João Abreu e o irmão Ricardo Murad.

E é só. Mais ninguém apita nada!

Por isso tudo que eu li no noticiário nacional, desconfio que ainda tem muita coisa de podre para descobrir em relação à Fundação José Sarney.

Só espero sinceramente que a grande imprensa não dê trégua à fundação e continue investigando a origem das verbas que patrocínaram suas atividades nos últimos anos.

Tenho a nítida impressão de que quem investigar a fundação José Sarney a fundo ainda vai encontrar muita sujeira guardada a sete chaves.

Quem viver, verá!

Leia agora três matérias sobre o fim das atividades da Fundação José Sarney. A primeira foi publicada no portal IG e a outras duas no portal da UOL.

Deu no IG

Conselho decide fechar Fundação Sarney

Christian Baines, iG Brasília

O conselho curador da Fundação Sarney decidiu que vai fechar as portas da instituição. A assessoria de imprensa do presidente do Senado, José Sarney, confirmou a decisão nesta segunda-feira.

O senador "está chateado" com a decisão dos conselheiros que, segundo a assessoria, foi tomada por causa da falta de recursos. Ainda não há uma previsão de quando a entidade será fechada.

A Fundação Sarney abriga um acervo de mais de quatro mil documentos no antigo Convento das Mercês, no Maranhão - reunidos desde 1985, ano em que Sarney tomou posse como presidente da República. Segundo a assessoria, ainda não se sabe o que será feito com o acervo.

O Ministério Público apontou nos últimos meses denúncias de desvio de dinheiro público envolvendo a entidade. Em julho, reportagem publicada pelo jornal “O Estado de São Paulo informou que pelo menos R$ 500 mil dos R$ 1,34 milhão repassados pela Petrobras, que seriam destinados ao patrocínio de um projeto cultural da instituição, teriam sido desviados para empresas fantasmas e da família de Sarney.

Um mês depois, documentos do Ministério Público Estadual indicaram que, em 2004, a fundação teria desviado recursos do governo do Maranhão.

O IG tentou contato com a fundação, mas ninguém atendeu as ligações.

Deu no UOL

Oposição diz que é natural patrocínio cair após denúncias contra Fundação Sarney

GABRIELA GUERREIRO
MÁRCIO FALCÃO

A oposição classificou nesta segunda-feira de "natural" a decisão do conselho curador da Fundação José Sarney, no Maranhão, de fechar as portas da entidade, depois das denúncias envolvendo a fundação em meio à crise que atingiu o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

O presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE), disse que os patrocinadores da entidade mostraram que não estão dispostos a se envolver em novos desgastes.

A assessoria de Sarney confirmou que a Fundação decidiu fechar as portas. O local reúne o acervo sobre o período em que o atual presidente do Senado ocupou a Presidência da República.

"É natural. Porque essas denúncias inibem os patrocínios e reduzem a oferta de recursos. Os colaboradores ficam com receio de serem envolvidos em desgastes. Para o próprio Sarney, politicamente, isso evita que ele seja novamente pressionado por qualquer suspeita de irregularidade que ocorra na fundação", afirmou à Folha Online.

Em meio às denúncias contra Sarney durante a crise do Senado, o PSDB pediu que o Conselho de Ética da Casa investigasse irregularidades sobre a fundação.

O partido também tentou emplacar, na CPI da Petrobras, investigações sobre a entidade --mas elas acabaram derrubadas pelos governistas.

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), disse que a idéia de se manter uma fundação com o acervo do período em que Sarney foi presidente da República é positiva, mas lamentou os "métodos" utilizados pela entidade para a captação de recursos. "A fundação ficou coberta de suspeitas. A idéia da fundação é boa, mas os métodos e os meios não foram os mais aconselháveis", afirmou.

Virgílio lembrou que foram apontadas "irregularidades e vícios" na prestação de contas da entidade. O senador defendeu novas investigações sobre a Fundação José Sarney. "Claro que isso reforça a necessidade de investigações. Mas estamos vendo o presidente Lula dando sinal verde para as irregularidades se repetirem, sem investigações", afirmou.

A oposição chegou a apresentar na CPI da Petrobras requerimento para investigar a denúncia de que Fundação José Sarney teria desviado recursos de um patrocínio cultural da Petrobras. A oposição pediu cópia de todas as prestações de contas de verbas recebidas da estatal pela fundação, mas os governistas conseguiram rejeitar o pedido liderado pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Suspeitas

A assessoria do senador negou, no entanto, que a decisão tenha partido de Sarney. A fundação teria sido fechada por problemas financeiros.

Ainda não foi decidido o que será feito com o acervo.

Procurado pela reportagem, o presidente da fundação, José Carlos Sousa Silva, disse desconhecer o fato e afirmou que as denúncias contra a fundação e contra Sarney são "preconceito" contra os nordestinos.

Em julho, uma reportagem publicada pelo jornal "O Estado de S. Paulo" informou que ao menos R$ 500 mil dos recursos repassados pela Petrobras para patrocinar um projeto cultural da Fundação Sarney teriam sido desviados para empresas fantasmas e empresas da família do senador.

O dinheiro teria ido parar em contas de empresas com endereços fictícios e contas paralelas. O projeto nunca saiu do papel.


Entenda as denúncias contra a Fundação José Sarney

Folha Online

As denúncias contra a Fundação José Sarney surgiram em meio à crise política que atingiu o Senado e o presidente da instituição, senador José Sarney (PMDB-AP).

Em julho, reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo" informou que ao menos R$ 500 mil dos recursos repassados pela Petrobras para patrocinar um projeto cultural da fundação teriam sido desviados para empresas fantasmas e empresas da família do senador.

O dinheiro teria ido parar em contas de empresas com endereços fictícios e contas paralelas. O projeto nunca saiu do papel.

A reportagem também mostrou que a justificação de um saque de R$ 145 mil foi feita com recibos da própria fundação. Outros R$ 30 mil teriam sido depositados para emissoras de rádio e TV da família Sarney para veicular comercial sobre o projeto que nunca teria sido colocado em prática.

Entre 2005 e 2008, a Petrobras repassou três parcelas que totalizaram R$1,3 milhão à Fundação José Sarney via Lei Rouanet, que dá incentivos fiscais a quem investe em projetos culturais. Esses recursos eram destinados inicialmente à preservação do acervo e à modernização dos espaços físicos da fundação.

O projeto da fundação foi aprovado pelo Ministério da Cultura em 2005. A prestação de contas ainda está em análise pelo TCU (Tribunal de Contas da União). A Petrobras abateu do imposto de renda 100% do valor investido.

Ainda em julho, a Folha mostrou que a Fundação José Sarney tem como principal atração para o público, em vez de livros e o museu, uma festa junina idealizada pela governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB).

Sarney afirma que "não tem responsabilidade" sobre a fundação. A própria entidade informou que cumpriu todas as metas previstas no contrato.

O peemedebista divulgou uma nota, na época das denúncias, afirmando que não tem nenhuma responsabilidade administrativa pela Fundação José Sarney envolvida em denúncias de irregularidades com a Petrobrás. O jornal "Estado de S. Paulo" encontrou o estatuto da fundação que determina que "compete" a Sarney presidir reuniões do conselho curador, "orientar" atividades e representá-la em juízo.

Entre as 11 acusações entregues ao Conselho de Ética do Senado e que acabaram engavetadas contra Sarney, uma delas o acusava de ter mentido e quebrado o decoro parlamentar ao dizer, em plenário, que não tinha responsabilidade sobre a fundação.

Outro lado


A Petrobrás sustenta que não há indícios de irregularidades no incentivo concedido à Fundação Sarney.

Segundo nota encaminhada à Folha Online, a estatal afirma que "patrocinou um projeto da Fundação José Sarney para recuperação e processamento técnico de acervo histórico com 50 mil documentos. O projeto foi executado e todas as contrapartidas de exposição da marca foram cumpridas".

A estatal nega que o "projeto nunca saiu do papel", como publicado. A Companhia também ressalta que o patrocínio à fundação foi feito via Lei Rouanet. Como é estabelecido em lei, cabe aos patrocinados prestarem contas ao Ministério da Cultura, incluindo notas fiscais de despesas realizadas. A Petrobrás é responsável pela verificação do cumprimento das contrapartidas.

PH agora posa de crítico literário

Em sua coluna do último domingo, o cronista Pergentino Holanda, mais conhecido como PH, na página 3 da sua Revista PH n.° 1.503, ano XXIX, publicou uma notinha intitulada “Honorários recalcados”, desancando o jornalista paraense Palmério Dória, autor do livro “Honoráveis Bandidos – Um retrato do Brasil na era Sarney”.


Quem leu a nota percebeu em PH uma vontade doida de bajular e defender a honra de seus patrões: José Sarney e a governadora Sarney.

Na leitura desta postagem, você, caro leitor, vai entender que PH quis se transformar em crítico literário também para se vingar de Dória que contou uma história deliciosa em seu livro, onde os personagens são o comediante Chico Anísio e o próprio PH.

Num determinado trecho da nota, PH afirmou categoricamente que “o livro (?), depois de lançado, deixou o autor frustrado, pois a procura nas livrarias está bem abaixo do que ele esperava”.

Só se PH estiver procurando HB nas duas livrarias Nobel de São Luís, no Shopping São Luís e no Monumental Shopping, franquias pertencentes à empresária Marianne Lima, esposa do empreiteiro Flávio Lima.

Lima foi colega de Fernando Sarney na Escola Politécnica da USP de São Paulo e é sócio laranja de Fernando em várias empresas, como apontou a investigação feita pela Polícia Federal na Operação Faktor.

Para quem não lembra, Lima é socio no papel do engenheiro Gianfranco Perasso na famigerada Planor, empresa que recebeu U$ 16 milhões da Governadora Sarney em 1995 pela construção (sic) da estrada fantasma MA-008, que deveria ligar o município de Paulo Ramos a Arame.

As duas livrarias Nobel de São Luís estão boicotando a venda do livro de Palmério. Segundo um funcionário de uma delas me disse em voz baixa, ”o título do livro homenageia o marido da minha patroa”.

Honoráveis Bandidos está nas listas dos livros de não ficção mais vendidos no país publicadas semanalmente pelas revistas Veja e Época e pelos jornais “O Estado de São Paulo” e “Folha de São Paulo”.

Na Veja desta semana HB é o sétimo livro de não ficção mais vendido do país; na Época ele está em 6.° lugar; e nos dois jornais paulistas HB ocupa a sétima posição.

O livro foi lançado em São Paulo no dia 24 de Setembro. Trinta e três dias depois, HB já está em sua terceira edição. Na primeira edição a tiragem foi de oito mil livros, na segunda, que também já esgotou, a tiragem foi de mais oito mil exemplares; e na terceira que sai da gráfica amanhã, são mais vinte mil exemplares.

Segundo Luiz Fernando Emediato, diretor licenciado da Geração Editorial, “os últimos pedidos de livros foram tantos que precisaremos de outra edição muito em breve”.

Será que a soma de todos os livros efetivamente vendidos da obra do imortal José Sarney chega a esses 36 mil exemplares de HB praticamente vendidos?

Palmério Dória e Mylton Severiano, autores de HB, estarão aqui em São Luís no dia 4 de Novembro, na quarta-feira da semana que vem, para lançar oficialmente o livro às 19h00, no Sindicato dos Bancários, na Rua do Sol, centro da cidade.

Veja agora a reprodução ma íntegra da nota de PH insultando Palmério Dória e a seguir leia as páginas 70 e 71 do livro HB, onde Dória fala de PH.



Nota publicada na página 3 da Revista PH de 25-10-2009





domingo, 25 de outubro de 2009

Orquestra Sinfônica Juvenil Simon Bolivar da Venezuela toca "Mambo"

Uma das mais espetaculares orquestras sinfónicas da atualidade é Simon Bolivar, da Venezuela, cujo regente, Gustavo Adolfo Dudamel Ramirez é um show à parte.

A orquestra é formada por jovens talentos venezuelanos que tocam imbuídos de um sentimento nativista e demonstram imenso orgulho de representarem seu país. Suas apresentações primam pela contagiante alegria de usarem as cores nacionais da Venezuela.

Neste vídeo de três minutos e vinte e três segundos, Gustavo Dudamel dá um show na regência da música "Mambo", que homenageia um dos ritmos caribenhos mais populares de toda a América Latina.

Se divirta assistindo "Mambo", gravado em 19 de Agosto de 2007, no programa da BBC Proms.


Mercedos Sosa, Caetano, Gal, Chico e Milton cantam juntos "Volver a los 17" de Violeta Parra.

Um dos momentos mais emocionantes da música latino-americana foi o encontro da argentina Mercedes Sosa com os brasileiros Caetano Veloso, Gal Costa, Chico Buarque de Holanda e Milton Nascimento em 1986.

Num clipe produzido pela TV Globo, os cinco cantaram juntos a canção "Volver a los 17", composta pela chilena Violeta Parra.

Sentimento puro!





Violeta del Carmen Parra Sandoval foi a mais importante cantora e compositora chilena. Nasceu em 04 de Outubro de 1917 e além da música foi uma estudiosa do folclore chileno, artista plástica e ceramista.



Criadora da música popular chilena, Violeta teve como principal discípulo o excepcional violinista e cantor Vitor Jara, barbaramente assassinado em 1973, durante o golpe militar, quando teve seus punhos cortados para silenciar a melodia "subversiva" de seu violão, como diziam os militares chilenos.



Inconformada com o término de um relacionamento amoroso e com a falência de um projeto cultural em que investiu muito tempo e os poucos recursos que possuía, Violeta Parra suicidou-se em 05 de Fevereiro de 1967, aos 49 anos, em Santiago do Chile.



Escutem agora a gravação radiofónica de "Volver a los 17", cantada por Violeta Parra e seus filhos Isabel e Angel, produzida no início dos anos 60.


sábado, 24 de outubro de 2009

Luciano Moreira quer impedir construção de Hospital no Angelim

Luciano Moreira esta tentando de todas as maneiras impedir a construção de um hospital municipal de urgência e emergência no Angelim.

O secretário de Administração do Estado no afã de conquistar votos de servidores estaduais está querendo construir um conjunto habitacional com casas e blocos de apartamentos em um terreno com mais de 21 hectares, localizado no bairro do Angelim, em São Luís.

O terreno em questão pertence ao FEPA - Fundo Estadual de Previdência, e sua posse também é reivindicada pela prefeitura de São Luís, que quer construir ali um novo hospital de urgência e emergência da capital.

O prefeito João Castelo inclusive já fez um depósito judicial para iniciar o processo de desapropriação do terreno.

Enquanto o objetivo de Castelo é eminentemente social, a intenção de Moreira é bem diferente: com a desculpa de que existe um deficit habitacional entre os servidores estaduais, ele quer cabular votos para sua difícil campanha de deputado federal em 2010.

E de quebra ainda ganhar a simpatia dos empreiteiros que vão fazer mais esta grande obra no Maranhão. Não será surpresa se este conjunto for construído, aparecerem algumas doações de empreiteiros envolvidos na obra na prestação de contas da campanha eleitoral de Roseana e de Moreira em 2010.

Essa Governadora Sarney é mesmo uma madrasta má para São Luís.

Em Abril sequestrou o dinheiro das obras viárias da cidade conveniadas entre Castelo e Jackson Lago para construir 65 hospitais desnecessários e garantir muito serviço para empreiteiras locais.

Agora quer impedir, na marra, o tão sonhado Socorrão 3, no bairro do Angelim, para agradar novamente as empreiteiras e tocar mais uma grande obra de seu desgoverno.

Ah1 Eu ia esquecendo que tem eleição em 2010 e a governadora adora uma doação de empreiteira, como a da Gautama em 2006.

Roseana precisa tocar grandes obras para receber boas doações como o R$ 1 milhão doado por Zuleido Veras, da Gautama, em 2006.

Diferente da rainha má, madrasta de Branca de Neve, Roseana se olha no espelho todas as manhãs e pergunta: "espelho, espelho meu, existe alguma pessoa mais maldosa do que eu neste feudo chamado Maranhão?"

Como a resposta é sempre negativa, ela se arruma, toma café e um remédio para desopilar o fígado e sai para renovar diariamente seu estoque particular de iniquidades.

Blog de Luís Cardoso desnuda o professor Pergentino Holanda

Muito boa a postagem do Cardoso sobre a empresa A. Holanda Sobrinho, que está em nome do irmão de Pergentino Holanda, o PH, mas que dizem que pertence ao colunista.

A empresa vendeu livros no valor de R$ 634.650,00 á secretaria de Educação, na gestão de Lourenço Vieira da Silva e de Jackson Lago e não os entregou.



Coincidência ou não, Lourenço era presença quase obrigatória na coluna diária de PH no "Estado do Maranhão".

Segunda coincidência: logo depois do pagamento dos livros que nunca foram entregues, PH fez o que mais gosta: viajou para a eterna cidade-luz, Paris.

É o Luís Cardoso tem toda a razão, quando disse; "a vida é boa, a vida é bela ". E eu completo: "para o PH, não é?".

Filhas de Gastão Vieira moram de graça em apartamento funcional da Câmara Federal em Brasília

Deu na Folha de S. Paulo
Câmara cede imóvel a secretário de Roseana no MA

Permissão foi dada sem justificativa; deputado licenciado diz que suas filhas usam o apartamento

De Maria Clara Cabral:

"Em caráter excepcional", a Câmara concedeu autorização para que o atual secretário de Planejamento e Orçamento do Maranhão, o deputado licenciado Gastão Vieira (PMDB), continue usando um apartamento funcional da Casa.

A permissão foi dada, por unanimidade, pelos integrantes da Mesa Diretora da Câmara em reunião de julho deste ano, cuja ata só foi divulgada recentemente. Nela não há justificativa oficial para tal medida.

Segundo o próprio secretário, suas duas filhas, de mais de 20 anos, moram atualmente no imóvel na Asa Norte, área nobre de Brasília. Sua mulher, diz ele, reveza suas estadias entre a capital federal e São Luís.

Ato da Mesa que disciplina o uso de imóveis funcionais diz que só "o deputado federal, no efetivo exercício do mandato, e o suplente, quando no exercício do mandato" têm direito ao benefício, e que quando o ocupante "deixar de exercer efetivamente o mandato, devolverá o imóvel ao 4º secretário dentro do prazo de 30 (trinta) dias, sob pena de ser considerado em esbulho possessório".

Ligado à família Sarney, Gastão Vieira foi nomeado Secretário de Planejamento do Maranhão pela atual governadora, Roseana Sarney, em maio deste ano. Roseana assumiu o mandato em abril, após o TSE cassar o mandato de Jackson Lago.

O primeiro suplente de Vieira é Costa Ferreira (PSC-MA), que ficou poucos dias na Câmara para também assumir uma secretaria de Estado. O atual mandatário do cargo é Alberico Filho (PMDB-MA), que, segundo a quarta secretaria, em vez de usar apartamento, optou por receber o auxílio moradia.

De acordo com a quarta secretaria, o caso de Gastão Vieira é único na Câmara e a decisão da Mesa, de deixar a família do peemedebista residindo no apartamento, é "excepcionalíssima".

Assinante do jornal leia mais em Câmara cede imóvel funcional a secretário de Roseana no MA

Elis Regina canta "O Bêbado e a equilibrista", de João Bosco e Aldir Branc

Para mim a melhor cantora brasileira de todos os tempos foi a gaúcha Elis Regina, a nossa "Pimentinha". Dona de uma voz sem igual, Elis tinha muito presença de palco em qualquer lugar em que se apresentava.

Este vídeo foi produzido pela TV Globo em um circo no Rio de Janeiro e foi apresentado no programa dominical daquela emissora de TV, o Fantástico, em 1979.

A letra da música "O Bêbado e a equilibrista" foi composta pela dupla João Bosco e Aldir Branc e cita personagens da história recente do Brasil como Betinho, o irmão de Henfil, e Wladimir Herzog, jornalista barbaramente torturado e assassinads nas dependências do Doi-Codi em São Paulo, o marido de Clarice.

Neste vídeo Elis Regina está muito bonita, vestida com um longo preto, uma gargantilha preta com um adorno prateado em volta do pescoço, um par de brincos cor de prata e cabelos soltos.

No início e no final do clipe de três minutos e quarenta e três segundos, Elis veste um fraque preto e com uma cartola preta na cabeça. O rosto de Elis está esbranquiçado pela maquiagem e uma sombra escura rodeia seus lindos olhos negros.

E pensar que em 1982 quando eu já morava em Fortaleza, fui a São Paulo no dia 19 de Janeiro para resolver um problema familiar da minha irmã mais velha que morava nos Jardins. Quando soube da morte de Elis pelo noticiário da rádio Jovem Pan AM me desloquei de táxi até a porta do prédio dela, na rua Melo Alves.

Como tinha muita gente no local, fui para casa da minha mãe no Campo Belo e só depois, à noite, fui até o velório que aconteceu no teatro da Tv Bandeirantes, na Avenida Brigadeiro Luiz António, no centro da cidade.

Confesso que chorei quando vi Elis no caixão. Boa parte da minha adolescência e juventude foi embalada pela voz marcante de Elis Regina. Assisti a quatro apresentações dela em quatro dias, quando ela se apresentou no TUCA, Teatro da Universidade Católica, onde eu estudei, nos anos 70.

vejam agora essa performance incrível de Elis.


TCE aprova contas de Jackson Lago de 2008

A sessão plenária do Tribunal de Contas do Estado-TCE/MA, realizada na última quarta-feira aprovou por unanimidade, com algumas ressalvas de ordem técnica, as contas do Governador Jackson Lago referentes ao exercício de 2008.

A notícia passou quase despercebida na grande imprensa, à exceção do JP, e reafirma que a prestação de contas foi feita de maneira muito competente e profissional pela equipe do Dr. Jackson.

Do jeito que a governadora biônica do Maranhão, os secretários Ricardo Murad e Raimundo Cutrim e o procurador geral do estado, Marcos Lobo, estão agindo e perseguindo implacavelmente secretários do governo Jackson, a decisão do TCE joga um balde de água gelada contra o revanchismo da oligarquia Sarney.

Se houvesse uma irregularidade grave sequer na prestação de contas do governo Jackson, os veículos de comunicação do Sistema Mirante/Mentira estariam fazendo o maior carnaval contra Lago.

Décio Sá e Geraldo Castro teriam orgasmos múltiplos em seu blog e na rádio Mirante AM, gritando histéricamemnte aos quatro cantos que Jackson e Aziz eram ladrões e desviaram dinheiro dos cofres públicos estaduais.

E o pior para o grupo Sarney, é claro, é que eles mesmo tendo maioria na composição do TCE e não conseguiram promover uma crítica sequer ao balancete apresentado pelo secretário Abdelaziz Aboud Santos.

A Governadora Ruseana Sarney destila ódio e raiva pelos seus poros

A governadora Sarney não age com a cabeça e muito menos com o coração.

Ela é raivosa e pensa com o fígado destilando ódio para todos que não aceitam sua liderança imposta pela mídia do Sistema Mirante/Mentira.

Pela constituição maranhense todo ex-governador tem direito a um número de seguranças a seu serviço e um carro para se deslocar.

Quando Roseana Sarney se descompatibilizou do governo do estado em abril de 2002, ela usou uma Hylux preta cedida pelo governador José Reinaldo. Mesmo depois do rompimento político de Tavares com a família Sarney, Roseana nunca deixou de usar por um dia sequer a Hylux preta.

Quando Tavares saiu do governo em janeiro de 2007, ele passou a usar uma perua Pajero prateada, cedida pelo governador Jackson Lago.

Depois que Jackson foi cassado e a Governadora Sarney assumiu seu mandato biônico dado por quatro ministros do TSE, uma das primeiras medidas administrativas da filhinha geniosa de Sarney foi retirar a Pajero prateada utilizada por Tavares e substituí-la por um Santana com mais de 165 mil quilômetros rodados e o piso do carro todo enferrujado.

O carro quebrava a todo o momento e a falta de manutenção do veículo causou um grave acidente de trânsito com o policial militar Coutinho, da guarda pessoal de Tavares.


Essa Roseana é muito pequena de caráter e revanchista. Não passa de uma senhorinha do interior. Cosmopolita e moderna em Brasília e uma verdadeira coronel de saias no Maranhão. Diga-se de passagem, ela representa a fina flor do reacionarismo do Brasil!

Que vergonha!

Que papelão!

Derrota do Palmeiras esquenta a disputa pelo título do Brasileirão 2009

Desculpem-me os palmeirenses, mas nunca torci tanto contra o time palestrino, como na última quarta-feira quando o Santo André derrotou os “porcos” por 2 a 0, gols do atacante Nunes.

O Palestra Itália está rolando ladeira abaixo e não vai ganhar o campeonato de 2009. Se o meu tricolor do Morumbi vencer o time do Santos amanhã, ele será sério candidato ao tetracampeonato seguido.

Os outros dois candidatos fortíssimos são o Atlético Mineiro e o Flamengo, que é bom de decisão pelo fato de sua maravilhosa torcida jogá-lo para frente.

Com a vitória contra o Palmeiras, o Santo André foi a 32 pontos ganhos com oito vitórias. Se o Flamengo bater o Botafogo, os alvinegros da Rua General Severiano continuarão com 32 pontos e apenas seis vitórias. Daí eles voltarão para a zona de rebaixamento para a série B.

Se a Portuguesa de Desportos conseguir reagir nas seis rodadas que faltam para terminar a Série B e alcançar o 4.° colocado, o Atlético de Goiás, vocês já imaginaram o campeonato brasileiro da Série A de 2010 com oito times de São Paulo (São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Santos, Grêmio Barueri, Santo André, Guarani e Portuguesa de Desportos) e apenas dois times do Rio de Janeiro (Flamengo e Vasco da Gama).

Seria uma graça, uma espécie de 2.° campeonato paulista de 2010. Era melhor logo o Flamengo e o Vasco se transferirem para Sampa para aprenderem a administrar bem o futebol!

Afastamento por três dias

Afastei-me do blog desde terça-feira, 20 de outubro, por problemas de saúde. Já estou em forma e disposto a continuar postando matérias sobre política maranhense e brasileira, futebol e música meus, que são meus temas preferidos.

Também estive muito ocupado com os preparativos do lançamento do livro “Honoráveis Bandidos – Um retrato da era Sarney”, do jornalista e escritor paraense, Palmério Dória.

O evento acontecerá no próximo dia 04 de novembro, às 19h00, no auditório do Sindicato dos Bancários, na Rua do Sol, no centro de São Luís. No lançamento, Dória autografará os livros que estarão á venda no local.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Roberto Carlos canta envergonhado na TV de Portugal na década de 60

Na década de 60, Roberto Carlos singrou os mares em direção a Portugal onde teve uma participação especial ao vivo no programa "Canção é Espetáculo" da RTP - Radio e Televisão Portuguesa, cantando a música "Coimbra".

Numa filmagem feita em preto e branco, RC parece estar meio assustado diante das câmeras da TV portuguesa. Muito novo ainda,o nosso futuro rei da MPB está pouco à vontade tocando guitarra e com uma voz um pouco titubeante.

De qualquer forma o vídeo que veremos a seguir é uma raridade.


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

PSB exige a devolução dos mandatos de Afonso Manoel, José Lima e Paulo Neto

Muito justa a decisão do diretório regional do PSB do Maranhão em exigir na Justiça Eleitoral a devolução dos mandatos parlamentares dos deputados estaduais Afonso Manoel, José Lima e Paulo Neto.


Dep. Afonso Manoel


Dep. José Lima



Os três foram eleitos em 2006 pelo PSB, sigla do então governador do Maranhão, José Reinaldo Tavares. Na época da campanha, Zé Reinaldo não mediu esforços para ajudar na eleição dos três candidatos.

Depois da posse de Jackson Lago, do PDT, no governo estadual, em janeiro de 2007, os três tiveram um tratamento vip, gozando de todas as benesses comuns a deputados da base aliada do governador.

Indicaram nomes para ocupar cargos de confiança e conseguiram convênios para prefeitos aliados no interior.

O deputado Paulo Neto, em particular, teve todo o apoio do ex-governador José Reinaldo Tavares, do presidente da AL, Marcelo Tavares e do governador Jackson Lago para se defender das acusações veiculadas pelos meios de comunicação do Sistema Mirante/Mentira, que o apontaram como principal suspeito de ser o mandante do assassinato do prefeito Bertin, de Presidente Vargas.


Dep. Paulo Neto





O PSB não pôde aceitar a traição cometida pelos três deputados. Pois mal Jackson foi cassado e saiu pela porta da frente do Palácio dos Leões, os três infiéis se bandearam de malas, cuias e papagaio para as hostes da governadora biônica, Roseana Sarney.

O troco mais justo a esta trairagem a ser aplicado, pela direção regional do PSB, é a exigência da devolução dos mandatos, para que os suplentes de deputado estadual do PSB possam assumir em seus lugares.

Segundo o advogado José Antônio Almeida, a Justiça Eleitoral tem um prazo de 60 dias para julgar o pedido de devolução dos mandatos.

Espera-se a qualquer momento que o PDT/MA tome a mesma iniciativa para retomar, via Justiça Eleitoral, os mandatos dos deputados estaduais Carlos Braide e Antônio Bacelar, e do deputado federal Davi Alves Silva, que deixaram recentemente o PDT para ingressar em outros partidos.


Dep. Carlos Braide


Dep. Antônio Bacelar



Já estou sabendo que, embora a direção regional do PSDB tenha liberado a saída dos deputados Alberto Franco, Stênio Rezende, Rigo Teles e Arnaldo Melo, os suplentes tucanos de deputado estadual se uniram e contrataram um advogado para exigir na Justiça Eleitoral a vacância destes quatro mandatos parlamentares, por infidelidade partidária, popularmente chamada de trairagem.


Dep. Alberto Franco


Dep. Arnaldo Melo



Dep. Rigo Teles



Dep. Stênio Rezende



É como dizia a minha sábia avó Esther, de Caxambu, Sul de Minas Gerais: “tudo tem um preço, depende de cada um arriscar dar um passo maior que a perna..”

Movimento popular de São Luís está de luto pela morte de Diquinha

Os movimentos populares em defesa de uma saúde pública de qualidade, os educadores populares do Maranhão e a rádio comunitária Conquista perderam na madrugada que passou a companheira Diquinha.

Mãe de seis filhos e um exemplo de determinação e coragem na defesa dos direitos da população mais sofrida, Diquinha não resistiu a uma doença grave e nos deixou hoje de madrugada.

Militante das lutas populares no Maranhão há décadas, Diquinha tinha uma participação especial na ASP – Associação de Saúde da Periferia de São Luís, onde conquistou o respeito e a amizade de todos que já atuaram naquela entidade.

O blog apresenta votos de pêsames para os seis filhos de Diquinha e para todos os companheiros dos movimentos populares de São Luís que perderam hoje uma batalhadora incansável.

Ninguém é insubstituível, mas será muito, mas muito difícil, preencher a lacuna deixada pelo falecimento de Diquinha.

Brasil assiste o campeonato de futebol mais disputado do século 21

A hegemonia dos times de São Paulo no campeonato brasileiro de futebol da Série A no século XXI corre sério risco de ser quebrada por um time mineiro, gaúcho ou carioca em 2010.

Dos oito títulos disputados neste século até o ano passado, os times do Estado de São Paulo ganharam seis campeonatos (três do São Paulo – 2006, 2007 e 2008; dois do Santos – 2002 e 2004; e um do Corinthians em 2005), o Cruzeiro de Minas Gerais ganhou em 2003 e o Atlético do Paraná ganhou em 2001.

Faltando oito rodadas para terminar o campeonato de futebol da Série A do Brasileirão 2009, nove times de cinco Estados (2 de São Paulo, 2 de Minas Gerais, 2 do Rio Grande do Sul, 1 do Rio de Janeiro, 1 de Goiás e 1 da Bahia) disputam o título de campeão.

Apenas dez pontos separam o primeiro lugar, o Palmeiras (com 54, em 1.° lugar), do nono lugar, o Vitória (com 44, em 9.° lugares) na tabela de classificação.

Em 2.° lugar vem o Atlético mineiro com 50 pontos, seguido do Internacional e São Paulo, com 49 pontos; do Flamengo em 5.° lugar com 48; do Goiás em 6.° com 46 pontos; do Cruzeiro com 45 pontos em 7.° lugar; e do Grêmio/RS com 44 em 8.° lugar.

Faltando oito jogos para todos os vinte times que disputam a Série A todos os nove que disputam o título jogarão quatro vezes em casa e quatro vezes fora, no campo dos adversários.

O primeiro critério de desempate em caso de empate de um ou mais times na mesma colocação é o número de vitórias de cada time, o segundo é o saldo de gols ( gols pró menos os gols contra) e o terceiro é o número de gols marcados.

O campeão, o 2.°, o 3.° e o 4.° colocados da série A disputarão a Taça libertadores da América de 2010, competição que distribui milhões de dólares em prêmios e reúne os melhores times da América do Sul e do México, cujo campeão disputa o campeonato mundial interclubes, organizado pela FIFA no final de cada ano. Como vencedor da Copa do Brasil de 2009, o Corinthians/SP já está classificado para a Copa Libertadores da América.

A situação do campeonato na parte do alto da tabela é a seguinte:

1.°) O Palmeiras/SP tem 54 pontos ganhos, 15 vitórias, um saldo positivo de 13 gols e fez 46 gols até hoje em 30 jogos.;

2.°) O Atlético/MG tem 50 pontos ganhos, 14 vitórias, saldo de + 7 e 47 gols marcados;

3.°) O Internacional/RS tem 49 pontos ganhos, também com 14 vitórias, saldo de + 15 gols e 53 gols marcados;

4.°) O São Paulo/SP tem 49 pontos ganhos, 13 vitorias, saldo de + 9 gols e 40 gols feitos;

5.°) O Flamengo/RJ tem 48 pontos ganhos, 13 vitórias, saldo de + 7 gols e 47 gols marcados;

6.°) O Goiás/GO tem 46 pontos ganhos, 13 vitorias, saldo de + 2 gols e 51 gols marcados;

7.°) O Cruzeiro/MG tem 45 pontos ganhos, 13 vitorias, com saldo negativo de 1 gol e 41 gols marcados;

8.°) O Grêmio/RS tem 44 pontos ganhos, 12 vitórias,
saldo de + 19 gols e 55 gols marcados; e

9.°) O Vitória/BA tem44 pontos ganhos, 12 vitórias, saldo de + 3 gols e 47 gols marcados.

Uma vitória por qualquer placar dá três pontos ganhos ao time vencedor e nenhum ponto para o perdedor; e o empate por qualquer resultado dá um ponto ganho para cada equipe.

Os times que chegarem do 5.° lugar ao 11.° lugar, disputarão a Copa Sul-americana de 2010, que também dará prêmios em dinheiro, embora seja um campeonato de menor expressão.

Os times que chegarem do 12.° lugar ao 16.° lugar permanecerão na Série A de 2010; e os últimos quatro lugares, do 17.° ao 20.° lugar, serão rebaixados para a Série B de 2010.

Na parte debaixo da tabela a luta também está muito disputada para se saber quem cairá para a segunda divisão no ano que vem.

Seis times de quatro Estados (2 do Rio de Janeiro, 2 de Pernambuco, 1 de São Paulo e 1 do Paraná) correm sérios riscos de rebaixamento.

Faltando oito jogos para cada equipe, a situação dos times ameaçados de rebaixamento é a seguinte: do pior para o melhor colocado:

20.°) O Fluminense/RJ tem 26 pontos, 5 vitórias, saldo negativo de 18 gols e marcou apenas 31 gols em 30 partidas;

19.°) O Sport/PE tem28 pontos, 7 vitórias, saldo negativo de gols e fez 38 gols;

18.°) O Náutico/PE tem 29 pontos, 7 vitórias, saldo negativo de 18 gols e 36 gols marcados;

17.°) O Santo André/SP tem 29 pontos, 7 vitórias, saldo negativo de 15 gols e 29 gols marcados;

16.°) O Botafogo/RJ tem 32 pontos ganhos, 6 vitórias, saldo negativo de 5 gols e marcou 39 gols; e

15.°) O Coritiba/PR tem 34 pontos ganhos, 9 vitórias, saldo negativo de 6 gols e 39 gols marcados.

Na zona intermediária do campeonato, do 10.° lugar ao
14.° lugar, estão os times que ao mesmo tempo não correm mais risco de serem rebaixados e já perderam a esperança de disputarem o título ou buscarem uma vaga para a Taça Libertadores da América de 2010. São eles:

10.°) O Avaí/SC tem 43 pontos, 11 vitórias, saldo de + 7 gols e 47 gols marcados;

11.°) O Corinthians/SP tem 41 pontos, 11 vitórias, saldo negativo de 4 gols e 39 gols marcados; ;

12.°) O Grêmio Barueri/SP tem 41 pontos, 10 vitórias, saldo de + 7 gols e marcou 49 gols ;

13.°) O Santos/SP tem 41 pontos ganhos, 10 vitórias, saldo negativo de 1 gol e 43 gols marcados ; e

14.°) O Atlético/PR tem 39 pontos ganhos, 11 vitórias, saldo negativo de 7 gols e 33 gols marcados.

Na reta final do campeonato, alguns jogos deverão ser emocionantes: jogos de dois times que disputam o título; jogos de times que podem ser rebaixados; e jogos de times que disputam o título contra times que não querem cair para a segunda divisão.

Os jogos imperdíveis deste final de campeonato serão:

31.ª rodada:

Internacional X Grêmio

Atlético MGX Vitória; e

Flamengo X Botafogo.

32.ª rodada:

São Paulo X Internacional;

Palmeiras X Goiás;

Botafogo X Náutico; e

Sport X Coritiba.

33.ª rodada:

Náutico X Sport; e

Goiás X Atlético MG.

34.ª rodada:

Atlético/MG X Flamengo;

Grêmio/RS X São Paulo; e

Botafogo X Coritiba.

35.ª rodada:

Cruzeiro X Grêmio/RS;

São Paulo X Vitória; e

Fluminense X Sport.

36.ª rodada:

Flamengo X Goiás;

Atlético MG X Internacional; e

Fluminense X Sport, na 37.ª rodada.

37.ª rodada:

Palmeiras X Atlético MG;

Goiás X São Paulo; e

Santo André X Náutico.

38.ª rodada:

Flamengo X Grêmio/RS;

Vitória X Goiás; e

Coritiba X Fluminense.

sábado, 17 de outubro de 2009

Tuma não enfrentou Sarney e agora quer cassar Suplicy

O corregedor-geral do Senado Federal, Romeu Tuma (PTB/SP), quer acertar antigas desavenças com o Parido dos Trabalhadores ao ameaçar entrar com um processo de cassação de mandato por quebra de decoro parlamentar contra o senador Eduardo Suplicy (PT/SP).

O corregedor disse ter ficado chocado com as fotos de Suplicy com cueca vermelha andando pelo Congresso Nacional. Tuma, que foi diretor geral da Polícia Federal no governo do ex-presidente José Sarney, disse ainda que “..é chocante ver um senador andar de calcinha por um pedido de um programa de TV”.

O engraçado é que o mesmo Tuma não viu nada de mais na edição de centenas de atos secretos e no nepotismo explícito que foi cultivado por Sarney nos últimos anos no Senado.

Para o senador do PTB paulista que vai buscar sua reeleição em 2010 tudo que José Sarney fez nos últimos anos no Senado Federal é normal e corriqueiro:

1) Contratar um neto, filho de Fernando;

2) Contratar o namorado da neta, filha de Fernando;

3) Contratar o irmão Ivan;

4) Contratar uma cunhada, esposa de Ernane;

5) Contratar uma sobrinha da esposa Marli;

6) Contratar uma prima do genro Jorge;

7) Beneficiar outro neto, filho de Zequinha, facilitando negócios bancários com os funcionários do Senado;

8) Liberar passagens aéreas de ida e volta (São Luiz/Brasília/São Luís) e emprestar a casa oficial da presidência do Senado para um joguinho de pif-paf de amigos da mesa verde da senadora Roseana, sua filha;

9) Despachar policiais que trabalham no Senado Federal para vigiar bens da família Sarney no Maranhão;

10) Manter jornalistas contratados no Senado Federal que ao mesmo tempo, prestam serviços profissionais para as campanhas eleitorais de Roseana no Maranhão e do próprio Sarney no Amapá; e

11) Manter contratado como motorista noturno do Senado Federal, com salários de R$ 12 mil mensais, um funcionário conhecido pelo apelido de “Secreta”, mas que na realidade atua como mordomo na casa da Governadora em Brasília.

Todas essas imoralidades juntas ou separadas caracterizam-se como ação danosa aos interesses públicos e deveriam ser exemplarmente punidas.

Se Romeu Tuma insistir em cassar o mandato ou mesmo tentar advertir publicamente Suplicy, a opinião pública paulista que adora o senador petista, poderá dar o troco nas urnas em 2010.

Tuma não pode esquecer que a situação eleitoral dele e da do outro senador petista de São Paulo, Aluísio Mercadante, é bastante frágil e novos nomes que vão surgindo como Gabriel Chalita, do PSB e Paulo Renato, do PSDB, são fortes candidatos para ocupar as duas vagas em disputa por São Paulo.

Numa nessa Romeu, o eleitorado se vira contra você e acaba votando na esperança da renovação do quadro de parlamentares do Brasil.

Quem viver. Verá!!

Série Perseguição Implacável 1: Porto Franco

Aos poucos vai ficando transparente a ação nefasta da Governadora Sarney e de seu supersecretário e cunhado, Ricardo Murad, contra os verdadeiros interesses do povo maranhense.




A vítima agora e a população de seis municípios da região Sul do Maranhão: Porto Franco, Lageado Novo, Campestre do Maranhão, Ribamar Fiquene, São João do Paraíso e São Pedro dos Crentes, além de um contingente de oito a dez mil pessoas envolvidas direta e indiretamente na construção da Hidroelétrica de Estreito.

Numa decisão amparada por uma medida judicial equivocada, gerada por informações falsas enviadas a Brasília pelo secretário de saúde, Ricardo Murad, a governadora Sarney resolveu cortar 62,23% dos recursos do Pólo de saúde de Porto Franco, cujo prefeito, Deoclides Macedo, não se curvou à pressão da oligarquia Sarney e permaneceu filiado ao PDT de Jackson Lago.


Ricardo disse à Justiça Federal que o repasse de recursos a Porto Franco ia aumentar e não diminuir



Segundo notícia postada hoje no blog do jornalista Manoel Santos, do Jornal Pequeno, o Estado cortou R$ 366.663,82, sendo R$ 100 mil do Fundo Estadual de Saúde, e R$ 266.663,82 do Fundo Nacional de Saúde. O valor mensal repassado à saúde pública de Porto Franco diminuiu de R$ 589.191,30 para R$ 222.527,48.

Segundo contagens populacionais feitas pelo IBGE em 2007 cerca de 70 mil pessoas dependem do atendimento de saúde oferecido pelo Pólo de Porto Franco, sendo 18.692 moradores de Porto Franco; 12.246 moradores de Campestre do Maranhão; 11.627 em São João do Paraíso; 7.170 em Ribamar Fiquene; 6.620 em Lageado Novo; 4.020 em São Pedro dos Crentes ; além de 8 a 11 mil pessoas envolvidas direta e indiretamente com a construção da Hidroelétrica de Estreito.

O prefeito pedetista de Porto Franco disse que com o corte na verba da saúde da cidade, recursos financeiros suficientes para manter serviços de média complexidade pelos parâmetros do SUS – Sistema Único de Saúde, ele será obrigado a diminuir consideravelmente a oferta de serviços públicos de saúde.



Prefeito de Porto Franco. Deoclides Macedo (PDT) (à esquerda) cumprimenta o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB)(à esquerda)


“Terei que diminuir a oferta de exames especializados, procedimentos cirúrgicos e serviços ambulatoriais de média complexidade; terei que cortar na compra de materiais médicos e hospitalares na ordem de 62%; médicos e enfermeiras serão demitidos e a oferta de serviços na área de cardiologia, oftalmologia, urologia, cirurgia vascular e ortopedia será reduzida; não terei mais condições de manter um cirurgião 24 horas por dia para atendimento de urgência e emergência, como era até pouco tempo”, disse Macedo.

O prefeito de Porto Franco, que se manteve leal aos seus ideais, questionou ainda que até “que os 65 hospitais sejam efetivamente construídos, equipados e que entrem em funcionamento, o que poderá durar um ano, onde é que essa população será atendida?”.

Essa atitude da dupla Roseana & Ricardo Murad é verdadeiramente criminosa e mostra o total descompromisso deste governo biônico com a população pobre do Estado.




Com esta atitude mesquinha e injusta, Ricardo só reafirmou o que o padre Jean Marie, suplente do Conselho Estadual de Saúde, representante da Pastoral da Criança, disse em entrevista a esse blog postada em 09-10-2009: “Ricardo não entende nada de saúde”.

Murad só está preocupado em destruir todos os avanços conquistados no governo democrático de Jackson Lago no tocante à implantação correta do Sistema Único de Saúde, realizada no Maranhão e beneficiar empreiteiras e empresas privadas do setor de saúde.

Até agora seus principais feitos na secretaria que dirige foram;

1) Terceirizar em favor de empresas privadas como o Inlab (que tem como um dos sócios o secretário-adjunto de Ricardo, Dr. Fernando Neves), Cedro e Gemma, os serviços laboratoriais dos hospitais públicos estaduais;

2) Colocar em prática um plano megalomaníaco de construir 65 novos hospitais de 50 e 20 leitos cada no interior do Maranhão, garantindo obras por um ano para um número grande de empreiteiras;

3) Passar a administração dos hospitais públicos do Estado (Hospital do Ipem, Maternidade Marli Sarney, Hospital Geral, Hospital da Criança, entre outros), para empresas privadas de fora do estado (exemplo – a Cruz Vermelha do Brasil com sede em Curitiba, no Paraná);

4) Cortar a distribuição gratuita de remédios caros e essenciais para pessoas carentes com doenças graves que agora estão sem tomar os medicamentos;

5) Atrasar a entrega de remédios fundamentais para a manutenção da saúde de pessoas transplantadas, que em sua maioria, não possui recursos financeiros para adquirir remédios caros; e

6) Para fechar com chave de ouro esta série inicial de desatinos cometidos por Ricardo Murad, mais de 200 funcionários da Maternidade Marli Sarney, sob a nova administração de uma empresa privada do Paraná, foram demitidos.

Murad precisava entender que o problema da saúde no Maranhão não será resolvido com a construção de mais 65 hospitais. O nosso estado precisa é acabar de implementar corretamente o SUS, equipar e contratar pessoal qualificado para o funcionamento pleno das unidades já existentes.

Não será perseguindo prefeitos como no caso de Porto Franco e seqüestrando verbas destinadas em convênio para a Prefeitura de Pinheiro construir um hospital de urgência e emergência para atender a população pobre de 43 muncípios da Baixada Maranhense, nos moldes do Socorrão de Presidente Dutra, é que Roseana e Ricardo resolverão os graves problemas que afligem a saúde pública no Maranhão.

Certamente as populações dos seis municípios da região de Porto Franco e da Baixada Maranhense não esquecerão estas decisões equivocadas e mal intecionadas tomadas pela dupla Roseana&Ricardo e saberão dar a merecida resposta para os dois nas urnas em 2010, com juros e correção monetária.

Ninguém esquecerá esse rosário de iniqüidades e malvadezas, que está sendo praticado pela Governadora Sarney e seu cunhado, o supersecretário Ricardo Murad.


Governadora Sarney pensando no troco do povo maranhense nas urnas em 2010

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Senador Suplicy (PT/SP) desfila de cueca vermelho no Congresso

Petista participou nesta quinta de gravação de programa humorístico.
Em agosto, ele deu cartão vermelho a Sarney pela crise do Senado.

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) desfilou nesta quinta-feira (15) de cueca vermelha pelo Salão Azul do Congresso Nacional, atendendo a um pedido de um programa humorístico. Conhecido por sua irreverência, o senador já protagonizou a distribuição de cartão vermelho ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), no auge da crise política enfrentada pela Casa, e até cantou um rap do Racionais MC em uma das comissões do Senado, em 2007. (Foto: Roberto Stuckert Filho/Agência O Globo )


Ato contra Estado é discriminatório

O jornal "O Estado de São Paulo", na sua edição de hoje, 16 de outubro de 2009, publicou um artigo de opinião do ministro da Justiça do governo Lula, o gaúcho Tarso Genro, considerando a censura imposta ao jornal "O Estado de São Paulo" um ato discriminatório.

Segundo Genro e continuidade da vigência da decisão judicial atenta contra a liberdade de expressão vigente no Brasil.

"Como o despacho que pretendeu proteger direito individual se mostrou inconsequente, ele se transformou em censura. Coloca, agora, um órgão de imprensa em situação discriminatória em relação aos demais, até porque é reconhecido pelos tribunais que a divulgação de informações pela imprensa, mesmo aquelas obtidas ilegalmente, não constituem delito em nosso país. ", disse Genro


Conheça agora o teor completo do artigo assinado pelo ministro Tarso Genro, na edição de hoje do Estadão:

"Recentemente, afirmei que não entendia como censura prévia a decisão do
desembargador Dácio Vieira, do TJ-DF, que determinou a não-publicação de certas informações sobre o filho do presidente do Senado, José Sarney. Interpretei o ato como um exercício regular de jurisdição, que formalmente visava a proteger o patrimônio subjetivo - algo que toda pessoa tem o direito de reivindicar. Logo, fui apontado por alguns adversários políticos, levianamente, como defensor da censura. 
 
Sustentei, inclusive pessoalmente para jornalistas do Estadão, que colocar a questão como "censura", na minha opinião, era tecnicamente errado. Entendia que o ato judicial de interdição da informação tinha outro fundamento que o caracterizava: a precaução de defender o patrimônio subjetivo de um cidadão, defesa que não é destinada somente ao sr. Fernando Sarney, mas a qualquer indivíduo de qualquer classe, situação civil ou penal. Caberia ao Estadão rapidamente mostrar à Justiça que não haveria qualquer lesão irreparável ao patrimônio moral do sr. Fernando, até em função das demais matérias publicadas sobre o assunto em diversos veículos de comunicação. 
 
Passados alguns dias desde minha declaração, tenho, agora, dois convencimentos: primeiro, que naquele momento - com as circunstâncias de fato e de direito ali emergentes - não se tratava, efetivamente, de "censura"; e, segundo, que tendo em vista todas as informações já divulgadas sobre aqueles episódios é possível dizer, agora, que o ato já se configura como uma censura discriminatória e unilateral contra o Estadão. 
 
Esta conversão do "tipo" de um ato jurisdicional é perfeitamente possível e, aliás, bastante recorrente. Poderíamos citar como exemplo a aceitação, pelo juiz, do exercício dilatório do direito de defesa (que se transforma em "má-fé") ou o despacho judicial, ainda que tecnicamente regular, que visa a atrasar uma decisão judicial, para ajudar que um réu alcance a prescrição. 
 
O Brasil goza da mais ampla liberdade de imprensa e assim deverá permanecer. O que não se pode esquecer é que a liberdade de imprensa convive com as demais liberdades e que ninguém, na democracia, "pode tudo". 
 
Assim como é possível corrigir, através do Poder Judiciário, difamações que, eventualmente, podem ser produzidas por profissionais irresponsáveis, seria possível mudar rapidamente o despacho que interditou as informações do Estadão, no caso a que nos referimos, pois a vedação da informação realmente não produziu as consequências que o despacho do desembargador pretendeu. 
 
Como o despacho que pretendeu proteger direito individual se mostrou inconsequente, ele se transformou em censura. Coloca, agora, um órgão de imprensa em situação discriminatória em relação aos demais, até porque é reconhecido pelos tribunais que a divulgação de informações pela imprensa, mesmo aquelas obtidas ilegalmente, não constituem delito em nosso país. 
 
Desta forma, a permanência do ato e não sua motivação originária é o que configura, neste caso, censura ao referido jornal. Até por que diversos outros órgãos já veicularam diversas informações a respeito do caso, sem que houvesse qualquer obstrução por parte do Poder Judiciário. A situação inclinou-se para um tratamento desigual e, portanto, não abrigado pelo ordenamento constitucional do País. 
 
Por esses motivos, considero legítima a posição do jornal O Estado de S. Paulo, que visa tão somente a restabelecer, neste caso, o fundamento constitucional da igualdade perante a lei. Trata-se, sem sombra de dúvida, de uma questão do interesse de toda a sociedade brasileira."  
 
* Tarso Genro é ministro da Justiça

Elis e Adoniran no bar da Carmela em Sampa

Este vídeo é memorável!

Ele foi gravado em 1978 pela TV Bandeirantes no bar da Carmela, no Bexiga, em São Paulo.

Foi o encontro da musa da MPB, a pimentinha Elis Regina, com o maior sambista paulista, Adoniran Barbosa, autor de lindas músicas da MPB eternizadas pelo conjunto "Demônios da Garoa".

Este vídeo me dá uma saudade grande da época em que estudei na PUC de São Paulo (de 1975 a 1979) e depois da aula, à noite, passava num boteco no Bexiga (Bela Vista), onde normalmente a gente encontrava Adoniran Barbosa com sua gravatinha borboleta, bebendo e cantando com amigos.

Sempre tinha um ou dois violões, um pandeiro, um reco-reco, um bunbo, um cavaquinho e a caixinha de fósforo na mão de Adoniram.

Tempos bons, que não voltam mais...


Pelé eterno

E ainda tem gente, até no Brasil, que diz que Maradona jogou mais futebol que Pelé.

As novas gerações brasileiras não conhecem Pelé e nem o viram jogando em campo. Eu assisti a mais de trinta jogos do Pelé, inclusive seu jogo da despedida na seleção brasileira em 1972, no Morumbi, contra a Iugoslávia.

Eu assisti jogos de Pelé no Pacaembu, Morumbi, Parque Antártica, Vila Belmiro e no campo do Juventus, na Rua Javari, na Móoca.

O gol mais bonito que vi Pelé fazer foi contra a Portuguesa de Desportos em 1974 no Pacaembu. O lateral esquerdo do Santos bateu um arremesso lateral para o Edu, que estava na ponta esquerda do ataque santista. Ele viu Pele na entrada da área da Lusa, mais pela esquerda e lançou a bola alta para Pelé.

Quando a bola chegou Pelé estava de lado em relação ao gol defendido pelo goleiro Zecão. Ela matou a bola no peito e girou o corpo em direção ao gol. Ele praticamente prendeu a bola no peito e girou junto com ela. A bola desceu e sem deixá-la cair no chão, Pelé emendou de esquerda e a bola entrou no ângulo direito da meta defendida por Zecão, que nem se mexeu.

Foi a última vez que assisti no campo, o nosso eterno camisa 10 saltando e dando um soco no ar com o mão direita para festejar mais um gol de sua carreira.

Eu fui mais de uma centena de vezes a estádios de futebol para ver Pelé, Coutinho, Dorval, Pepe, Mengálvio, Rivelino, Paulo Borges, Leivinha, Dudu, Dario Pereira, Pedro Rocha, Ademir da Guia, Gérson, Garrincha, Ivair, Djalma Santos, Carlos Alberto Torres, Zé Maria, Djalma Dias, Ramos Delgado, Luís Pereira, Leivinha, Toninho Guerreiro, Roberto Dinamite, Marinho Peres, Marinho Chagas, Leão, Rogério Ceni, Marcos, Roberto Dias, Manoel Maria, Tostão, Dirceu Lopes, Jairzinho, Paulo César Caju, Zico, Sócrates, Zenon. Casagrande, Ailton Lira, Pita, Cafu. Roberto Carlos, Rivaldo, Djalminha, Silas, Muller, Careca e Raí entre outros.

Para falar a verdade Maradona nem jogou mais bola que Zico, que teve azar na carreira e não foi campeão nas três copas do mundo (1978, 1982 e 1986) que disputou.

Veja agora um vídeo com uma seleção de gols de Pelé chutando de direita, de esquerda, de cabeça, de falta, de pênalti e aplicando todos os tipos conhecidos de dribles.

É um verdadeiro espetáculo!



quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Que mamata hem Dilma, Silas, Guido e Gabrielli!!

Vejam só esta verdadeira preciosidade que um amigo me enviou pela internet. É por essa e por outras que o gosto do poder embriaga e tira os pés das pessoas do chão.

O fato da Dilma Roussef e do Guido Mantega, ministros de Lula; e do presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, participaram do Conselho de Administração da Petrobras eu entendo.

Mas o que faz ali o Silas Rondeau?^será que foi um premio de consoloção por ele ter sido pego com a mão na botija, ou melhor, com a mão no envelope da Gautama?

Será que foi o dindinho Sarney que o colocou no conselho da Petrobras, a pedido do Fefé, comandante em chefe da OCRIM descoberta pela Polícia Federal?

Vejam agora a cópia da ata Assembléia Geral Extraordinária da Petrobras, que definiu os nomes dos seis conselheiros da empresa e a remuneração total de mais de R$ 8,6 milhões por ano a título de pagamento de honorários mensais; gratificação de férias; gratificação natalina (13.° salário); participação nos lucros e nos resultados; passagens aéreas; previdência privada complementar; e auxílio moradia.

Dividindo esta fortuna por 13 meses e o resultado sendo rateado pelos seis conselheiros, cada um (Dilma, Mantega, Gabrielli, Silas Rondeau e os outros dois) deles está recebendo, desde abril de 2009 até março de 2010, a bagatela de R$ 106 mil mensais.

Ué! E o ticcket alimentação. Com esse salariozinho eles vão ser obrigados a comer no Angu do Gomes, na Praça XV de Novembro, em frente às barcas que vão para Niteroi, todos os dias que estiverem no Rio de Janeiro a serviço da Petrobras.

Mas que dureza hem!

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DA PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, REALIZADA EM 8 DE ABRIL DE 2009

(Lavrada sob a forma de sumário, conforme facultado pelo parágrafo primeiro do artigo 130 da Lei no 6.404, de 15 de dezembro de 1976).

DIA, HORA E LOCAL:
Assembleia realizada às 15 horas do dia 8 de abril de 2009, na sede social, na cidade do Rio de Janeiro, RJ, na Avenida República do Chile, no 65.

Item IV: Foram reeleitos como membros do Conselho de Administração da Companhia, na forma do voto da União, com mandato de 1 (um) ano, permitida a reeleição,:

1) a Senhora Dilma Vana Rousseff, brasileira, natural da cidade de Belo Horizonte (MG), divorciada, economista, com domicílio na Casa Civil da Presidência da República - Praça dos Três Poderes - Palácio do Planalto - 4º andar - salas 57 e 58, Brasília (DF), CEP: 70150-900, portadora da carteira de identidade nº 9017158222, expedida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul - SSP/RS, e do CIC/CPF nº 133267246-91;

2)o Senhor Guido Mantega, brasileiro, natural de Gênova, Itália, casado, economista, com domicílio no Ministério da Fazenda - Esplanada dos Ministérios - Bloco P - 5º andar - Brasília (DF), CEP: 70048-900, portador da carteira de identidade nº 4135647-0, expedida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo - SSP/SP, e do CIC/CPF nº 676840768-68;

3) o senhor Silas Rondeau Cavalcante Silva, brasileiro, natural da cidade de Barra da Corda (MA), casado, engenheiro, com domicílio na S..A.U.S. - quadra 3 – lote 2 - Bloco C – Ed. Business Point - salas 308/309, Brasília (DF), CEP: 70070-934, portador da carteira de identidade nº 2040478, expedida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de Pernambuco - SSP/PE, e do CIC/CPF nº 044.004.963-68;

4) o senhor José Sergio Gabrielli de Azevedo, brasileiro, natural da cidade de Salvador (BA), divorciado, economista, com domicílio na Av. República do Chile, 65, 23º andar - Rio de Janeiro (RJ), CEP: 20031-912, portador da carteira de identidade nº 00693342-42, expedida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia - SSP/BA, e do CIC/CPF nº 042750395-72;

5)o senhor Francisco Roberto de Albuquerque, brasileiro, natural da cidade de São Paulo, casado, General de Exército Reformado, com domicílio na Alameda Carolina nº 594, Itu (SP), CEP: 13306-410, portador da carteira de identidade nº 022954940-7, expedida pelo Ministério do Exército e do CIC/CPF nº 351786808-63; e

6) o senhor Luciano Galvão Coutinho, brasileiro, natural da cidade de Recife (PE), divorciado, economista, com domicílio na Av. República do Chile nº 100, 19º andar, Rio de Janeiro (RJ), CEP 20031-917, portador da carteira de identidade nº 8925795, expedida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo - SSP/SP, e do CIC/CPF nº 636831808-20.

Item VII: Pelo voto da maioria dos acionistas presentes, em conformidade com o voto da representante da União, foi aprovada a fixação da remuneração global a ser paga aos administradores da Petrobras em R$ 8.266.600,00 (oito milhões, duzentos e sessenta e seis mil e seiscentos reais), no período compreendido entre abril de 2009 e março de 2010, aí incluídos: honorários mensais, gratificação de férias, gratificação natalina (13º salário), participação nos lucros e resultados; passagens aéreas, previdência privada complementar, e auxílio moradia, nos termos do Decreto nº 3.255, de 19.11.1999, mantendo-se os honorários no mesmo valor nominal praticado no mês precedente à AGO de 2009, vedado expressamente o repasse aos respectivos honorários de quaisquer benefícios que, eventualmente, vierem a ser concedidos aos empregados da empresa, por ocasião da formalização do Acordo Coletivo de Trabalho – ACT na sua respectiva data-base de 2009;

Blog do Cardoso expõe farra de Roseana com gastos públicos

O blog do jornalista Luís Cardoso postou hoje pela manhã uma matéria muito interessante. Ele informou que a Governadora Sarney mandou pagar no último mês de agosto 136 processos, num total de R$ 94.371.062,79

Segundo o blog de Cardoso “essa alta quantia foi gasta para efetuar pagamentos estranhos: repasses para Fundações, ONGs, mais de R$ 1 milhão com telefone fixo, cerca de R$ 25 milhões em obras desconhecidas, soma alta com aluguel de táxi-aéreo e mais de R$ 6 milhões com empresas de segurança privada”.

Ainda segundo Cardoso os números relacionados a seguir indicam os nomes dos favorecidos, mas não especifica, como se espera de um portal realmente transparente, a natureza das obras e dos serviços prestados, se que de fato existiram.

Confira a lista:

1 -GENESIO FELIPE GOMES_E OUTROS 108.200,00
2 -EVANDRO MOREIRA DA SILVA E OUTROS 38.100,00
3 -ESPECIFARMA COM. DE MED. E PROD. 167.300,00
4 -ELIEUDA CARVALHO BEZERRA SILVA 240.500,00
5 -ERONILDES DOS ANJOS MACHADO_111.400,00
6 -ENGEPLAN ENGENHARIA LTDA 300.526,71
7 -CAIXA ECONOMICA FEDERAL 510.498,33
8 -MINISTERIO DA FAZENDA DARF 181.979,00
9 -MINISTERIO DA FAZENDA 188.894,73
10 -CASA CIVIL 69.500,00
11 - EXATA EMPREENDIMENTOS DE ENG, 81.124,71
12 - NEW SERV SEG PRIVADA LTDA 576.153,14
13 - MASAN COMERCIAL DISTRIB. 557.050,58
14 - MASAN COMERCIAL DISTRIB, 145.863,60
15 - MARIA DE DEUS DA SILVA VIEIRA 121.000,00
16 - EME COM REPRESENTACAO E SERV, 119.321,53
17 -AURIGA INFORMATICA E SERV. 176.037,59
18 - COMERCIAL ABREU REPRES. 98.734,70
19 - URBANIZA ENGENHARIA LTDA 247.156,24
20 - A J MURAD 108.813,47
21 - JATAI AGRO.INDUSTRIAL S/A 236.294,40
22 - REAL PROMOCOES E TREIN.LTDA 222.026,62
23 - FUNDACAO JOSUE MONTELL0 3.471.395,08
24 - DIAGNOCEL COMERCIO E REP. 808.139,20
25 - PONTO FORTE CONST.E EMP LTDA 461.022,40
26 - VIP VIG. PRIVADA LTDA 766.599,92
27 - PMR TAXI AEREO LTDA 455.000,00
28 - FUJICOM COM. MAT. HOSPIT,IMPORT.LTDA 247.900,00
29 - SENTINELA SERVICOS DE SEG. 2.550.434,65
30 - M S INFORMATICA E CONS. 148.125,00
31 - MAJELA HOSPITALAR LTDA 212.315,04
32 - COBRA- CENTRO ONCOLOGICO BRAS. 798.726,07
33 - M DO P S MENDES CONS.E COM. 131.153,30
34 - AMAFI COMERCIAL E CONST. 893.630,17
35 - HOSPITAL NINA RODRIGUES 152.140,10
36 - D.L. ENGENHARIA LTDA. 106.971,26
37 - SECRETARIA DE ESTADO DA ED. 156.785,68
38 - THOMAS GREG & SONS LTDA 1.390.088,49
39 - ASTRAL CIENT.ART. P/ LABOR. 3.220.893,00
40 - VAT TECNOLOGIA DA INFORM. S A 189.612,50
41 - TNL PCS S/A 200.319,25
42 - ]SANTANA ALGODOEIRA LTDA 2.205.000,00
43 - C H O MARTINS 271.745,06
44 - RODOCONSULT LTDA 246.928,24
45 - ALENCAR CONST. COM. E REP. LT 193.645,93
46 - CENTRO INTEG. E APOIO PROFIS. 528.653,83
47 - CENTRO INTEG. E APOIO PROFIS. 162.211,43
48 - FAZENDA CAJUEIRO AGROPEC. LT 1.440.000,00
49 = REGO LOBAO ADVOC.A-ARAO MARTINS REGO LOBAO 73.153,17
50 - CCN CONSTRUCAO CIVIL DO NORDESTE LT 132.266,80
51 - AUXILIO AGENCIAMENTO FIN,E SERV LT 1,515.800,70
52 - M. J. EMPREENDIMENTOS LTDA 1.043.143,20
53 - SILVEIRA ENG.E CONSTR, LT 300.231,07
54 - D.L. SERVICOS GERAIS LT 345.829,03
55 - M CAMPOS QUEIROS E CIA LT 225.958,53
56 - INST. DE AGRON.DO MA INAGRO 973.280,00
57 - FUNDACAO GOMES DE SOUSA 980.000,00
58 - ISEC INST. SUP. DE EDUC CONT. 279.799,23
59 - ICN INST, CIDAD E NAT. 9.281.701,19
60 - CBM CONST.E COM, LT 917.144,84
61 - UNILIMPS UNID,LIMP. E SERV. LT 173.661,53
62 - SECRETARIA DE ESTADO DA SAUDE 257.610,00
63 - A C S CARVALHO GOMES LOCADORA 168.504,00
64 - EXPRESSA DISTRIB.DE MEDIC. LT 684.557,60
65 - CEMAR CIA ENERG,ICA DO MA S A 6.183.427,62
66 - Caema 1.257.325,45
67 - UNIVERSIDADE EST.DO MA 701.858,95
68 - HOSP. SAO RAFAEL LTDA 959.846,92
69 - POSTO SAO FRANCISCO LT 155.493,49
70 - J CARDOSO E CIA LTDA 185.562,00
71 - FUND. SOUSANDRADE UFMA 1.389.843,69
72 - BENARROS VEICULOS LTDA 452.000,00
73 - VCR Prod. e Pub. 2.292.408.32
74 - INSTITUTO MOVRIO 138.600,00
75 - HOSPITAL GERAL DE OLHOS LT 200.046,42
76 - CEM CARDOSO 140.045,93
77 - SEC.DE POL. PUB. DE EMPREGO 622.341,05
78 - CEFOR SEGURANCA PRIVADA LT 878.570,28
79 - C SERV LOC MAO OBRA LTDA 289.979,66
80 - INST, DE DES.E APOIO A CID.-IDAC 914.362,56
81 - L T M CONSTRUCOES LTDA 126.053,99
82 - PACIFIC SEG. E VIG, LT 644.386,63
83 - J D SANTOS COM. & SERV.INFORM. 246.262,00
84 - AG ESTADUAL DE PESQ.AGROP. 150.775,00
85 - MAFRA MANUT SERV DE CONS.E LIMP. LT 370.737,52
86 - ROMA COM.PAP.E SERVICOS LTDA 211.271,50
87 - ENGEVEL – VEIC.ESPEC.S IND.COM. LT 125.000,00
88 - R N PEREIRA CONSTRUCOES 263.883,60
89 - MULTICLINICAS 262.890,70
90 - CONSPLAN CONS. E PLAN. LT 192.895,79
91 - BETON G S ENGENHARIA LTDA 532.485,93
92 - HIDROSONDA LTDA 139.548,55
03 - ENGESERV ENG. E SERV.TEC. 273.731,50
94 - QUARTZO ENGENHARIA LTDA 122.272,64
95 - VITRAL CONST E INCORP, N S DE FAT. 253.212,35
96 - JUVENAL ANDRADE DA SILVA_249.200,00
97 - BERACA SABARA QUIM. E INGRAD.LT 197.166,72
98 - Caema 337.045,21
99 - FES-MATERNIDADE BENEDITO LEITE 106.907,58
100 - FES-HOSPITAL ALARICO NUNES PACHECO 554.560,40
101 - HOSPITAL SANTA MONICA LTDA 406.446,72
102 - HOSPFAR IND. E COM.DE PROD.HOSPIT. 166.920,00
103 - INSS 749.060,47
104 - TELEMAR 593.285,40
105 - TELEMAR 380.977,52
106 - SEEBLA-SERV DE ENG.EMILIO BAUM.LT 575.634,00
107 - EMPRESA BRAS. DE TELEC. S/A 353.197,49
108 - EBTC EMPRESA BRAS,CORREIOS 277.645,53
109 - VECTRA CONS. E SERV.LT 156.511,41
110 - CLINICA N.Sra DO ROSARIO 150.235,58
111 - PROMA – PROJETOS E CONST.LT 142.736,71
112 - CONSTRUTORA PRIMOR LTDA 343.842,12
113 - ESSE ENGENHARIA E CONS. LT 112.104,77
114 - NUTRICASH – SERV.DE ALIM.TRAB. 197.100,78
115 - PRUDENTES REFEICOES LTDA 134.124,21
116 - NORBRASIL CONSTRUCOES LTDA 371.272,30
117 - TICKET SERVICOS S/A 189.780,17
118 - BOMBAS LEAO SA 165.608,62
119 - ITAUTEC S.A 111.000,00
120 - ALVORADA ENGEN. E CONST.LT 106.523,34
121 - BANCO BRADESCO S/A 228.321,44
122 - CONSTRAN S/A CONST.COM. 3.085.740,41
123 - LAB QUIM FARM.BERGAMOLTDA 167.300,00
124 - DOMINIO INFOR CONS.DESENV DE SIST.LT 128.574,90
125 - RICO AUTO PECAS LTDA 110.888,61
126 - BROTHER S VIAG. TUR. LT 638.979,09
127 - CONSTRUTORA PRISCILA LT 163.980,41
128 - CLINICA NOSSA Sra GRACAS S C 111.764,49
129 - SODEXHO PASS DO BRAS. COM. 957.440,54
130 - C. G. DE SOUSA LUBRIF, 137.742,99
131 - GEOSISTEMAS ENG.PLANEJ.LT 196.803,16
132 - PROSUL PROJ. SUPERV E PLANEJ 458.196,79
133 - KAESA DISTRIBUIDORA LTDA 478.900,00
134 - IRES-ENG.COM.E REPR. LTDA 186.395,28
135 - DIRIZETE CALVACANTE FERREIRA_150.200,00
136 - GRUPOS DE TRABALHO/SEEDU 475.408,97


Alguns pagamentos são muito estranhos mesmos. Gostaria que a Governadora Sarney ou o supersecretário Ricardo Murad, respondessem algumas perguntas pelo bem do serviço público e para dissipar quaisquer dúvidas que pairem sobre esses pagamentos:

1) Os proprietários das empresas AJ Murad, que recebeu R$ 108.813,47; e o Posto São Francisco Ltda. (R$ 155.493,49) possuem algum parentesco com o secretário de Saúde, Jorge Murad?

2) O dono da empresa Comercial Abreu Representações tem algum parentesco com João Abreu, Chefe da Casa Civil da Governadora Sarney?

3) O proprietário da Fazenda Cajueiro Agropecuária ( R$1.440.000,00), localizada em Balsas, no Sul do Maranhão é amigo do secretário de Saúde, Ricardo Murad? E o quê uma fazenda venderia para a administração da Governadora Sarney ao custo de R$ 1.440.000,00?

4) O que vende ou em que setor presta serviço a empresa Sodexho Pass. do Brasil Serviços e Comércio, que recebeu R$ 957.440,00?

5) A empresa Auxílio, Agenciamento (sic) Financeiro e Serviços Ltda. (R$ 1.515.800,00) é uma espécie de empresa de factoring? Se for, porque ela recebeu mais de um milhão e meio de reais da Governadora Sarney? Será que emprestou algum ou descontou uma duplicata?

6) A empresa Rego Lobão Advogados, (R$ 73.153,00) é do Piauí? Se for, será que ela também defendeu os interesses de Roseana no julgamento do TSE que cassou o mandato do governador legitimamente eleito pelo voto direto de quase um milhão e quatrocentos mil eleitores maranhenses?

7) Por que e onde foram gastos mais de R$ 5 milhões, com empresas de vigilância?

8) Onde estão sendo utilizados os veículos alugados ou comprados junto a Benarro Veículos (R$ 452.000,00)?

9) Por que sete processos de pagamentos á pessoa física com a rubrica “Fulano de tal e outros (sic)” receberam mais de R$ 1.000.000,00?

10) Por que foram pagos sete processos à empresas distribuidoras de medicamentos, num total superior a R$ 3,4 milhões, se remédios caros e essenciais não estão mais sendo distribuídos, faltam medicamentos específicos para transplantados e de uma maneira geral ficou mais difícil pegar remédios na Farmácia do Estado?

11) Quantas das onze empresas de construção e engenharia que receberam juntas mais de R$ 5,3 milhões em agosto último prestaram serviços à Gerência Metropolitana de São Luís nos anos de 2003 e 2004, sob a administração do gerente Ricardo Murad?

12) Se a Secretaria de Saúde terceirizou os serviços laboratoriais dos hospitais públicos maranhenses para laboratórios privados como o Cedro, Gemma e Inlab, entre outros, por que a Governadora Sarney pagou uma fatura de R$ 3.220.893 para a empresa Astral, Cientifica Comércio de Artigos para Laboratórios Ltda.?

13) Quem está usando os artigos para laboratórios adquiridos por mais de R$ 3,22 milhões: os laboratórios do Estado praticamente desativados ou o material foi comprado para “ajudar” os laboratórios de amigos de Ricardo Murad?

14)Por que a empresa Santana Algodoeira, recebeu R$ 2.200.000,00 da Governadora Sarney e a seu cunhado Ricardo Murad? Será que foi algodão para os hospitais e ambulatórios do Estado?

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Futebol de um rei e vários príncipes em 1970

A primeira copa do mundo de futebol que os brasileiros assistiram ao vivo pela televisão foi a do México em 1970. A transmissão foi em preto e branco, mas foi um acontecimento especial que uniu familiares separados, vizinhos brigados e estremeceu muitos namoros e casamentos.

Para mim foi emocionante assistir à copa. Eu tinha quinze anos e assisti ao lado do meu saudoso pai, Manoel Olyntho, na nossa casa na Rua Machado de Assis, n.° 538, bairro do Campo Belo, perto do Aeroporto de Congonhas em São Paulo,

Meu pai tinha comprado um aparelho de TV novo, da marca Philco. O caminhão da loja de departamentos Mappin (que ficava no centro da cidade, em frente ao Teatro Municipal e a menos de vinte metros do Viaduto do Chá), entregou a TV em casa duas horas antes do jogo começar.

A transmissão do jogo foi feito através de uma espécie de consórcio entre a TV Record, canal 7 de São Paulo, a TV Bandeirantes, canal 13 de São Paulo, a TV Tupi, canal 4 de São Paulo e a TV Globo, do Rio de Janeiro, que em São Paulo era o canal 5.

No primeiro jogo do Brasil na Copa, a narração e os comentários foram divididos. No 1.° tempo, a partida foi narrada por Fernando Solera, da TV Bandeirantes e comentada por Leônidas da Silva (o famoso criador da bicicleta no futebol, ex-atacante do Flamengo e do São Paulo, artilheiro do Brasil na copa da França em 1938), da TV Record.

O jogo começou morno e antes dos dez minutos o meia direita Petras, da Tchecoslováquia, abriu o placar, numa bobeada do volante Clodoaldo. O curioso é que depois de fazer o gol, Petras se ajoelhou no campo e fez o sinal da cruz.

Assistindo o replay do jogo, a impressão que tenho hoje, quase quarenta anos depois, é que o locutor Fernando Solera era um profeta.

Antes do Brasil empatar o jogo ainda no primeiro tempo com um gol de falta batida pela canhota atômica de Roberto Rivelino, o “reizinho” do parque São Jorge, Solera falou duas vezes: “precisamos arrumar uma falta na entrada da área tcheca, para o Rivelino bater!”.

Dito e feito. Pelé sofreu uma falta a cinco metros da entrada da área adversária. Solera foi logo falando: "Onde está o Rivelino? Onde está o Rivelino?". Jairzinho estava na barreira para atrapalhar o goleiro, que pensou que quem ia bater a falta era Pelé.

Mas quem chutou foi Rivelino de canhota e a bola passou que nem um foguete exatamente no buraco que Jairzinho deixou quando se afastou rapidamente da barreira. O goleiro Victor nem viu a cor da bola...

Antes do final da 1.ª etapa aconteceu um dos lances geniais de Pelé naquela copa. Numa bola rebatida pelo quarto zagueiro Wilson Piazza, a bola sobrou para o rei do futebol na intermediária da defesa brasileira.

Rapidamente Pelé percebeu que o goleiro tcheco estava adiantado e surpreendeu todos os outros 21 jogadores em campo, o juiz, dois bandeirinhas e dezenas milhares de torcedores que estavam no estádio, em Guadalajara.

Ele deu um chute longo para tentar encobrir o goleiro Victor. Caprichosamente a bola passou a um metro da trave esquerda do gol tcheco. Na repetição do lance, em câmara lenta, a gente se diverte observando o goleiro Victor desesperado, olhando para cima e correndo de volta ao gol.

Até Fernando Solera se espantou com a genialidade de Pelé e narrou; “quase, quase, quase que Pelé derruba este estádio...”

No segundo tempo Solera foi substituído por Geraldo José de Almeida, locutor da TV Globo e João Saldanha, também da TV Globo, comentou no lugar de Leônidas da Silva.

O segundo tempo foi um verdadeiro passeio do Brasil com o nosso “Canhotinha de Ouro”, o meia esquerda Gerson, dando um passe milimétrico de mais de 40 metros para Pelé matar a bola no peito dentro da área tcheca e fuzilar o goleiro Victor com uma bola cruzada da direita para a esquerda.

Depois o endiabrado Jairzinho fez mais dois gols, sendo um dando um senhor chapéu no goleiro e o outro driblando três defensores tchecos.

Começava ali para nós, brasileiros, o campeonato mundial de 70. O único que assisti com meu pai, falecido em dezembro de 1973. Não me lembro da copa de 58 na Suécia, pois só tinha três anos na época. Da copa de 1962 no Chile, eu lembro vagamente da festa com fogos de artifício na Rua Augusta, esquina com Alameda Tietê, nos jardins.

Da copa de 66 na Inglaterra eu lembro bem do nervosismo do meu pai escutando no rádio a seleção portuguesa de Eusébio, Costa Pereira, Coluna e Torres trucidando o Brasil e o zagueiro lusitano Vicente caçando o Pelé até tirá-lo do jogo com suspeita de um osso quebrado.

Veja agora um vídeo de seis minutos produzido pela TV Cultura, canal 2 de São Paulo, com os melhores momentos da estréia do Brasil na copa do mundo de 70, no México.


segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Treze anos sem Renato Russo

O Brasil perdeu um de seus maiores cantores há 13 anos. Renato Russo morreu no dia 11 de outubro de 1996, aos 36 anos. Na minha modesta opinião, foi a voz masculina mais bonita que o Brasil já ouviu.

Excelente músico, dono de uma capacidade criativa e sensibilidade aguçada, Renato compôs verdadeiros poemas com melodias lindíssimas. Como intérprete, Renato se consagrou ao gravar um CD com músicas em italiano onde se destacam La Forza Della Vita, La Soletudine e Strani Amore.



Renato Manfredini Júnior nasceu no Rio de Janeiro em 27 de março de 1960. Conhecido como Renato Russo, foi cantor, compositor e músico. Participou das bandas Legião Urbana e do Aborto Elétrico.

É considerado por muitos críticos o maior compositor do rock brasileiro. Sua primeira banda foi o Aborto Elétrico (1978), onde tocou por quatro anos, e terminou devido às constantes brigas que havia entre ele e o baterista Fê Lemos. Renato herdou desta banda uma forte influência punk que influenciou toda a sua carreira.

Em 1982, formou a banda Legião Urbana. Nesta nova banda desenvolveu um estilo mais próximo ao pop e ao rock do que ao punk. Russo permaneceu na Legião Urbana até sua morte, em 11 de outubro de 1996. Gravou ainda três discos solo e cantou ao lado de Herbert Vianna, Adriana Calcanhoto, Cássia Eller, Paulo Ricardo, Erasmo Carlos, Leila Pinheiro e 14 Bis.

Infância e adolescência

Até 1967 ele morou na Ilha do Governador, no Rio de janeiro. Naquele ano mudou-se com a família para Nova York, pois o pai, funcionário do Banco do Brasil, foi transferido para a agência do banco daquela cidade, em Forest Hills, no distrito de Queens.

Aos nove anos, em 1969, Renato e sua família voltaram para o Brasil, indo morar na casa de seu tio Sávio, na Ilha do Governador, Rio de Janeiro.

Em 1973 a família trocou o Rio de Janeiro por Brasília, passando a morar na Asa Sul.

Em 1975, aos quinze anos, teve uma das fases mais difíceis de sua vida quando ele foi diagnosticado como portador da epifisiólise, uma doença óssea. A doença prendeu Renato em uma cama, praticamente imóvel, por seis longos meses.

Carreira musical

Sua primeira banda foi o Aborto Elétrico, ao lado dos irmãos Felipe Lemos (Fê) (bateria) e Flávio Lemos (baixo elétrico) e do sul-africano André Pretorius (guitarra). O Aborto Elétrico foi a semente que deu origem à Legião Urbana e ao Capital Inicial (formado por Fê e Flávio, junto ao guitarrista Loro Jones e ao vocalista Dinho Ouro-Preto).

Após o fim do Aborto Elétrico, Renato começa a compor e se apresentar sozinho, tornando-se "o Trovador Solitário". A fase solo durou poucos meses, até que o cantor se juntou a Marcelo Bonfá (baterista do grupo Dado e o Reino Animal), Eduardo Paraná (guitarrista, conhecido como Kadu Lambach) e Paulo Guimarães (tecladista, conhecido como Paulo Paulista), formando a Legião Urbana, tendo Renato como vocalista e baixista.

Após os primeiros shows, Eduardo Paraná e Paulo Paulista saíram da Legião. A vaga de guitarrista foi assumida por Ico-Ouro Preto, irmão de Dinho Ouro-Preto, que fica até o início de 1983. O novo guitarrista foi Dado Villa-Lobos (que criou a banda Dado e o Reino Animal com Marcelo Bonfá, Dinho Ouro Preto, Loro Jones e o tecladista Pedro Thompson). A entrada de Dado consagrou a formação clássica da banda.

Legionário urbano

À frente da Legião, que contou com o baixista Renato Rocha entre 1984 e 1989, Renato Russo atingiu o auge de sua carreira como músico, sendo reconhecido como um dos maiores poetas do rock brasileiro, criando uma relação com os fãs que chegava a ser messiânica (alguns adoravam o cantor como se fosse um deus). Os mesmos fãs chegavam a fazer um trocadilho com o nome da banda: Religião Urbana/Legião Urbana. Renato desconsiderava este trocadilho e sempre negou ser messiânico.

Uma das músicas de sua autoria mais conhecidas é "Faroeste Caboclo". Com uma poesia mordaz e bem humorada, Renato conta a história de um João qualquer que se envolve na marginalidade em Brasília. A letra é lindíssima e a melodia contagiante que mistura rock e punk em mais de nove minutos de pura harmonia musical.

Veja agora um vídeo com Renato Russo cantando Faroeste Caboclo. A animação do vídeo foi feita pela designer gráfica Dea Martins, em 2006. Até ontem à noite este vídeo já registrava 1.605.156 exibições no You Tube.





Doença e morte

Renato Russo morreu em 11 de outubro de 1996, pesando apenas 45 quilos, em consequência de complicações causadas pela AIDS (era soropositivo desde 1989), mas jamais revelou publicamente sua doença. Seu corpo foi cremado e suas cinzas lançadas sobre o jardim do sítio de Roberto Burle Marx.

No dia 22 de outubro de 1996, onze dias após a morte do cantor, Dado e Bonfá, ao lado do empresário Rafael Borges, anunciaram o fim do grupo Legião Urbana. Estima-se que a banda tenha vendido cerca de 20 milhões de discos no país durante a vida de Russo. Mais de uma década após sua morte, a banda ainda apresenta vendagens expressivas de seus discos.

Discografia:

1) Discos solo:

• The Stonewall Celebration Concert (1994) - (250 mil cópias vendidas):
• Equilíbrio Distante (1995) - (1 milhão de cópias vendidas):
• O Último Solo (1997) (póstumo) (500 mil cópias vendidas):
• Série Bis: Renato Russo - Duplo (2000) (coletânea):
• Série Para Sempre: Renato Russo (2001) (coletânea);
• Série Identidade: Renato Russo (2002) (coletânea);
• Presente (2003) (póstumo) (150 mil cópias vendidas);
• O Talento de Renato Russo (2004) (coletânea); e
• O Trovador Solitário (2008) - (póstumo). Este é o único álbum do cantor não lançado pela gravadora EMI. Foi lançado pelo selo Descobertas/Coqueiro Verde.

2) Discos com a Legião Urbana:

2.1) Álbuns de estúdio:

• Legião Urbana (1984);
• Dois (1986);
• Que País É Este? 1978/1987 (1987);
• As Quatro Estações (1989);
• V (1991);
• O Descobrimento do Brasil (1994);
• A Tempestade ou O Livro dos Dias (1996); e
• Uma Outra Estação (1997) – (póstumo).

2) Coletâneas:

• Música para Acampamentos (1992) (coletânea de gravações ao vivo); e
• Mais do Mesmo (1998) (póstumo).

3) Trilhas:

• A Era dos Halley (2007) (especial de TV gravado originalmente em 1985; em que a Legião Urbana participa com uma versão embrionária da Canção do Senhor da Guerra) (póstumo)

4) Álbuns ao vivo:

• Acústico MTV Legião Urbana (1999) (gravado ao vivo em 1992) (póstumo);
• Como É que Se Diz Eu Te Amo (2001) (gravado ao vivo em 1994 na turnê de "O Descobrimento do Brasil") (póstumo); e
• As Quatro Estações ao Vivo (2004) (gravado ao vivo em 1994 na turnê de "As Quatro Estações") (póstumo).

5) Videografia:

• Acústico MTV (1999) (gravado ao vivo em 1992) (póstumo);
• Renato Russo Entrevistas (2006) (DVD lançado pela MTV com entrevistas guardadas durante 10 anos) (póstumo); e
• Acústico MTV Série Bis DVD + CD (2007) (gravado ao vivo em 1992) (póstumo).

Eu sinto muita falta da presença de Renato nos palcos do Brasil. Que saudades!

* Informações extraidas da Wikipédia em lingua portuguesa.